JornalCana

Preços do açúcar tiveram alta em fevereiro

Vendas externas do alimento remuneraram, em média, 10,49% a mais que as internas, segundo o Cepea

Os preços do açúcar cristal branco subiram no mercado spot do estado de São Paulo em fevereiro.

“A sustentação foi atribuída à menor oferta do açúcar de melhor qualidade (tipo Icumsa até 180). No entanto, mesmo com pouca disponibilidade, a fraca demanda levou algumas usinas a cederem nos preços de venda, especialmente no início e no final do mês”, afirmaram os pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, em relatório.

Segundo o documento, o Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) acumulou alta de 1,24% em fevereiro, fechando a R$ 133,49/saca de 50 kg no dia 28. Porém, a média mensal foi de R$ 132,09/saca de 50 kg, baixas de 1,41% em relação a janeiro (R$ 133,98/saca de 50 kg) e de 8,77% frente a fevereiro/2022 (R$ 144,78/saca de 50 kg), em termos nominais.

LEIA MAIS > 20 anos da tecnologia flex é destaque na abertura da Santander DATAGRO

Em fevereiro/2022, o Indicador mensal do açúcar cristal CEPEA/ESALQ para Pernambuco foi de R$ 139,71/sc de 50 kg, alta de 1,25% frente a janeiro/23, mas baixa de 6,98% em relação a fevereiro/22, em termos nominais.

Em Alagoas, o Indicador mensal foi de R$ 139,55/sc, recuos de 0,29% na comparação com janeiro/2023 e de 6,66% em um ano, também em termos nominais. Na Paraíba, o Indicador mensal do cristal CEPEA/ESALQ foi de R$ 136,52/sc, alta de 3,86% em relação a janeiro, porém, queda de 10,58% frente a fevereiro/2022.

“No mercado internacional, os valores do demerara mantiveram-se fortalecidos, com perspectiva de baixa oferta mundial no curto prazo. A Índia e a União Europeia devem produzir menos açúcar que o indicado nas projeções iniciais, enquanto a demanda por açúcar da China deve se recuperar, segundo a Fitch Solutions”, mostra o relatório.

LEIA MAIS > “O Brasil está à frente da Europa na área de energia”, diz professor da USP e ex-ministro José Goldemberg

Na Índia, o clima desfavorável em importantes regiões produtoras de açúcar, tem resultado em amadurecimento precoce da cana. Assim, estima-se que a Índia produza de 34 a 34,3 milhões de toneladas de açúcar até 30 de setembro deste ano, abaixo da temporada anterior, quando o total foi de 35,8 milhões de toneladas. No Brasil, chuvas frequentes colocaram algumas regiões do Centro-Sul em estado de alerta, tendo em vista que podem causar atraso no início da colheita e redução no teor de açúcar na cana.

Cálculos do Cepea apontaram que, em fevereiro/2023, as vendas externas do açúcar remuneraram, em média, 10,49% a mais que as internas. Esse cálculo considera o valor médio do Indicador CEPEA/ESALQ e do vencimento Março/23 do contrato nº 11 da Bolsa de Nova York (ICE Futures), o prêmio de qualidade estimado em US$ 108,67/tonelada e custos com elevação e frete de US$ 56,42/tonelada.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram