JornalCana

Desempenho e Estratégias da Zilor Energia e Alimentos no 3º Trimestre da Safra 2023/24

Análise detalhada dos resultados operacionais e financeiros da Zilor Energia e Alimentos durante o terceiro trimestre da Safra 2023/24

A Zilor Energia e Alimentos divulgou os resultados do terceiro trimestre (3T24) da safra 2023/24, destacando-se pelos números alcançados e estratégias adotadas.

No 3T24, a moagem total atingiu 2.317,1 mil toneladas de cana, representando uma redução de 6,2% em comparação ao mesmo período da safra anterior. Destaca-se um aumento de 13,3% na moagem de cana de terceiros, concentrada em Lençóis Paulista/SP. No acumulado de nove meses (9M24), a moagem total alcançou um recorde de 11.420,4 mil toneladas, com incremento de 8,3% em relação à safra anterior.

LEIA MAIS >Jacyr Costa crê em safra rentável por conta da demanda de etanol

Embora tenha havido um leve declínio na produtividade no 3T24, com uma redução de 1,3% para 61,1 ton/ha, destacam-se aumentos significativos na região de Lençóis Paulista. A produção de açúcar e etanol, no entanto, apresentou variações, com uma diminuição de 11,7% e 4,6%, respectivamente, no terceiro trimestre.

A receita líquida consolidada no 3T24 foi de R$ 863,6 milhões, com destaque para o incremento na receita de açúcar em 27,5%. No entanto, a receita líquida de etanol registrou uma redução de 20,3%. No acumulado de nove meses, a receita líquida totalizou R$ 2.570,3 milhões, representando um aumento de 2,2%.

No que se refere aos indicadores financeiros, o lucro líquido no 3T24 registrou um prejuízo de R$ 73,1 milhões, influenciado por despesas financeiras e variações cambiais. No entanto, o EBITDA Ajustado manteve-se estável, com uma pequena queda de 0,2%.

LEIA MAIS >  Raízen lidera captação histórica de US$ 1,5 bilhão em títulos sustentáveis para impulsionar expansão renovável

Os investimentos da empresa, refletidos pelo Capex total de R$ 277,4 milhões no 3T24, evidenciam o compromisso com o crescimento e a eficiência operacional. Estratégias como o aumento na moagem de cana de terceiros e a busca por maior eficiência na cogeração de energia apontam para uma visão de longo prazo e sustentabilidade.

De acordo com o Diretor-Presidente da Zilor, Fabiano Zillo, o recorde histórico de moagem da Zilor é resultado das condições de produção mais eficientes com investimentos eficazes na lavoura, somados ao forte engajamento dos Colaboradores. “Durante toda a Safra perseguimos melhorias de eficiência e produtividade. Nesse período, registramos 39 recordes em nossas unidades. Foram destaques: plantio, colheita, moagem, produção de açúcar, etanol, energia elétrica e Biorigin. Mérito das nossas equipes que foram incansáveis na busca das metas estabelecidas para a entrega de resultados superiores”, concluiu.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram