fbpx

Orientação da OMS impactará produção e vendas de açúcar

Exportação Açúcar Venezuela
Na última semana, a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou uma nova orientação que propõe a redução em 50% da quantidade diária de açúcar na alimentação, em razão do impacto na saúde dos dentes e no número de obesos. Com a nova demanda, o consumo total de calorias ingeridas passará para 5%. Esta orientação também valerá para açúcares dos alimentos industrializados durante o processamento.
O próximo passo é passar por consulta pública, mas se aprovadas, as medidas deverão valer em 2014. Essa orientação poderá impactar de forma negativa as vendas das usinas do setor sucroenergético, segundo um representante de Usina. De acordo com a fonte, essa medida do ponto de vista comercial, impactará negativamente no mercado sucroenergético, principalmente em tempos de crise e forte estiagem como do momento. “Nós que fornecemos grande parte de nossa produção de açúcar ao mercado interno, teremos sérios problemas com a medida. Se essa medida for seguida a risca, e vigorar após o início da safra, nosso planejamento poderá ser impactado. Se isso acontecer nossos estoques poderão até aumentar e teremos que ter uma saída para escoar parte da produção para o exterior ou tentar mudar o jogo no meio do caminho e destinar maior parte da cana para o etanol, que infelizmente não está remunerando como deveria. Acho que a questão cultural dos consumidores é que deveria mudar, principalmente na escolha dos alimentos. Sei que a indústria de processamento de alimentos como biscoitos, pães, chocolates, refrigerantes deverá sofrer muito também”, diz a fonte.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X