fbpx

Thomas Friedman elogia etanol brasileiro

O jornalista e escritor americano Thomas Friedman fez uma palestra na noite desta quarta-feira sobre a teoria defendida em seu livro “O Mundo é Plano” na Comunidade Israelita Paulista.

Em coletiva antes da palestra, Friedman elogiou a política energética brasileira e afirmou que veio ao Brasil para conhecer mais sobre o álcool combustível.

— Eu posso aplaudir o programa de etanol do Brasil e esperar que ele vai se expandir, partilhando este progresso com meus leitores— disse.

Em seu livro, que já vendeu mais de 1,2 milhão de exemplares em todo o mundo, Friedman defende que a globalização permitiu que não só as empresas, mas também os indivíduos atuassem em âmbito mundial.

Indagado como a “planificação” nos países ocidentais poderia modernizar os países do Oriente Médio sem que a população, predominantemente arábe, não se sentisse controlada, o jornalista afirmou que a modernização depende de uma auto-análise dos líderes e da população destes países.

— Modernização é uma escolha. Você tem que diagnosticar a si próprio; não pode fazer esta escolha sem auto-análise. Por isto acho que o mundo externo não tem muito o que fazer em relação a isto— disse.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X