fbpx

Reunião discute projeto de usina de etanol em Amambai, MS

A prefeitura de Amambai, Sul do Mato Grosso do Sul, realiza nesta quarta-feira (18), às 19h, no Salão Paroquial, uma reunião aberta à comunidade, para apresentar mais detalhes sobre o projeto de instalação de uma usina de álcool na fazenda Três Barras, a 40 quilômetros do município.

O empreendimento está sendo realizado pela Vita Bioenergia, empresa de capital estrangeiro, sediada no Rio de Janeiro, RJ, e liderada pelo empresário Marcos Sodré Castilho. O investimento total foi estimado em R$ 461 milhões.

O início da construção da nova unidade está previsto para o segundo semestre de 2009. A usina deverá entrar em operação na safra de 2011/12 com capacidade instalada para moer 2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano. A produção de etanol será 100% destinada à exportação.

Segundo Castilho, o investimento em Três Barras inclui uma usina de cogeração de energia que vai abastecer a indústria e vender o excedente ao mercado. “Ainda não sabemos o quanto a usina vai consumir de energia, mas deveremos vender aproximadamente 190 mil MW/hora para o sistema”.

Canavial

Este semestre, a empresa formou um viveiro de 170 hectares de cana. Em 2009 a área será ampliada para 1,5 mil hectares. Em maio de 2011, a unidade contará com uma área plantada de 26 mil hectares. A usina deverá moer de 800 a 1 milhão de toneladas de cana no primeiro ano de produção.

O projeto da usina Três Barras foi inicialmente concebido como ampliação do Grupo Santa Isabel, que possui duas unidades nos municípios paulistas de Novo Horizonte e Mendonça. Posteriormente, o projeto foi encampado pela Vita Bioenergia.

Clima e topografia favoráveis, boa distribuição de chuvas, solo fértil e programa de incentivo fiscal do governo do Mato Grosso do Sul foram os aspectos que levaram a Vita Bioenergia a escolher aquela região para seu primeiro investimento no Brasil.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X