fbpx

Presidente da Petrobras vê problema em aumento da demanda por etanol

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, disse que um aumento na demanda por etanol poderia ser prejudicial para a empresa.

A afirmação foi feita em uma entrevista coletiva após a apresentação do plano de negócios da companhia para 2007 até 2011, em Nova York, nesta quarta-feira. Gabrielli acredita que poderia haver dificuldades em suprir essa demanda, já que o Brasil consome a maior parte da sua produção atual.

Futuro

O presidente da Petrobras ainda disse que a prioridade da empresa não é a venda para os EUA. Segundo ele, as regulamentações do mercado e do setor automobilístico daquele país são um empecilho. A preocupação maior seria, no momento, suprir o mercado interno e finalizar os contratos com o Japão.

A Petrobras quer aumentar sua capacidade de exportação de etanol, alcançando 3,5 milhões de m³ em 2011. Parte do investimento de US$ 87,1 bilhões do plano de negócios será utilizada para adquirir mais navios para o transporte de álcool.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X