fbpx

OMC é instrumento de Lula para ganhar força na ONU, diz “El País”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem conseguindo, através da OMC (Organização Mundial do Comércio), que grandes países em desenvolvimento como o próprio Brasil, a Índia ou a África do Sul ganhem força no cenário internacional, diz a edição de hoje do jornal espanhol “El País”.

“Lula tem grandes ambições políticas internacionais para seu país, e está utilizando uma arma poderosíssima, o comércio internacional, para alcançar seus objetivos”, diz o “El País”.

O mais recente sinal dessa posição proeminente do governo brasileiro, diz o jornal, é a candidatura do embaixador brasileiro na OMC, Luiz Felipe de Seixas Corrêa, à direção da organização. “O Brasil está jogando forte com a candidatura de Corrêa, já que se conseguir impor seu homem à frente da OMC o governo Lula fortalecerá sua oposição para que o Brasil seja nomeado membro permanente do Conselho de Segurança da ONU”, diz o diário espanhol.

A “semente” dessa estratégia, no entanto, foi colocada pelo ex-ministro da Saúde do governo de Fernando Henrique Cardoso e prefeito eleito de São Paulo, José Serra, na cúpula da OMC em Doha, em novembro de 2001, já com vistas então à eleição presidencial de 2002.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X