fbpx

Governo procura lugar para usinas

Áreas entre Recife e Salvador são candidatas a receber duas usinas nucleares. Previsão é que processo de escolha seja iniciado no próximo mês

A escolha de um local para receber uma central de usinas nucleares no Nordeste será iniciada no próximo mês pelo governo federal. “As áreas entre Recife e Salvador são candidatas a receber o empreendimento”, afirmou o assessor assistente da presidência da Eletronuclear, Leonam Guimarães. A previsão do governo federal é que sejam instaladas duas usinas no Nordeste, cada uma com a capacidade de gerar 1.000 megawatts (MW). O investimento para implantação de uma usina deste porte é de cerca de R$ 6 bilhões, gastos com projetos de engenharia, construção e aquisição de equipamentos.

O início da escolha em outubro faz parte de um cronograma apresentado pelo presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) há duas semanas.

Segundo Guimarães, o primeiro passo será a definição dos requisitos técnicos, como a proximidade de um centro consumidor de energia, a proximidade com as linhas de transmissão e a proximidade do litoral ou de um grande rio. O empreendimento nuclear usa muita água fria para resfriar os equipamentos.

Depois disso, serão analisados os critérios políticos, que incluem a aceitação do empreendimento por parte dos governos estadual, municipal e pela comunidade que ficará próxima à central de usinas. O problema das usinas nucleares é que o lixo deve ser muito bem guardado, porque ele é altamente tóxico. Já existe tecnologia para isso, mas esse é um dos fatores mais criticados na implantação dos empreendimentos nucleares.

A central também será implantada num local em que, ao ocorrer uma expansão, tenha espaço para a instalação de seis usinas de geração nuclear. A previsão do ministério das Minas e Energia (MME) é que sejam implantadas somente duas usinas no local até 2030. A primeira usina nuclear do Nordeste entra em operação em 2019 e a segunda, em 2021. A assessoria de imprensa do MME informou que, até agora, o único Estado que mostrou interesse, oficialmente, em receber a usina nuclear foi a Bahia, que já enviou uma correspondência nesse sentido.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X