fbpx

ETH Bioenergia pretende abrir capital até o primeiro semestre de 2012

A ETH Bioenergia, empresa que surge da união da companhia de mesmo nome e a Brenco, pretende ingressar na Bolsa de Valores entre o segundo semestre de 2011 e o primeiro semestre de 2012. O objetivo é trazer novos recursos para investir em crescimento. A companhia pretende ser, em 2012, a maior produtora de etanol, com geração de 3 bilhões de litros.

A gigante do álcool deverá ter faturamento entre R$ 1,2 bilhões e R$ 1,4 bilhões neste ano, informou nesta quinta-feira o presidente da atual ETH Bioenergia, José Carlos Grubisich. Em 2012, o número deverá subir para R$ 4 bilhões.

A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), no entanto, dependerá ainda de alguns fatores, segundo Grubisich. “O IPO sempre vai estar condicionado ao momento de mercado e a nossa capacidade de criar valor para todos os nossos acionistas”, afirmou o executivo.

Segundo ele, a meta é trazer mais recursos e permitir que a empresa continue crescendo, “tanto do ponto de vista de novos investimentos como também das oportunidades de consolidação do setor, que vão continuar existindo nos próximos anos”, avaliou.

O presidente da Brenco, Philippe Reichstul, acrescentou que o mercado de capitais é um instrumento para crescer de forma saudável. “Na medida em que a empresa vai ganhando escala, é um recurso que é mais barato do que dívida”.

A nova companhia fará um investimento de R$ 3,5 bilhões entre este ano e 2012 para levar as nove unidades à capacidade máxima de produção — até 2009 já foram investidos R$ 3,8 bilhões, que totalizam R$ 7,3 bilhões.

De acordo com os executivos, a ETH Bioenergia terá 40% de capital próprio e 60% de linhas de crédito.

Antes da conclusão do processo, a Brenco fará uma chamada de capital para os acionistas capitalizarem a nova empresa, no valor de R$ 655 milhões. Com os recursos, a empresa pretend! e finalizar quatro unidades, que estão em construção. Segundo Reichstul, os três principais acionistas (BNDES, Ashmore e Tarpon) já garantiram o aporte. Deste total, R$ 380 milhões em debêntures serão convertidas em frações da Brenco.

Números

Além dos 3 bilhões de litros de etanol, a companhia irá gerar 2.700 GWh (gigawatts-hora) de energia elétrica em 2012, tomando a posição de líder na produção de álcool e geração de energia a partir da biomassa. Também produzirá entre 550 e 600 mil toneladas de açúcar.

As nove unidades industriais terão capacidade de moagem equivalente a 40 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra. Atualmente, apenas cinco unidades da ETH estão funcionando, as demais da Brenco ainda não entraram em operação.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X