fbpx

Cooperação no setor de álcool combustível é um dos temas de Amorim na China

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, reuniu-se com autoridades chinesas, em Pequim, para tratar de assuntos de interesse bilateral, entre eles a disposição brasileira de cooperar com a República Popular da China em toda a cadeia de produção, distribuição e utilização de álcool combustível.

A China já possui áreas experimentais para tecnologia de álcool a partir de milho e trigo e tem interesse em firmar cooperação com o Brasil, em razão da grande experiência brasileira no setor. Segundo o Itamaraty, o ministro Amorim mencionou também a necessidade de solucionar os empecilhos burocráticos para a exportação de carne in natura e da soja brasileira para a China.

Além disso, Brasil e China negociaram cooperação na área espacial, voltada para o programa de satélites sino-brasileiros e a participação brasileira em licitações chinesas para construção de novas usinas nucleares naquele país. Ainda segundo informações do Itamaraty, o governo brasileiro mostrou interesse em que a China participe de projetos de recuperação da malha ferroviária brasileira.

Em 2004, faz 30 anos que Brasil e China mantêm relações diplomáticas. O comércio bilateral em crescido e hoje alcança US$ 6,7 bilhões. Durante a visita oficial do presidente Lula a Pequim, prevista para maio, será inaugurada uma grande exposição cultural brasileira, no pavilhão da Cidade Proibida, em Pequim.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X