fbpx

Termelétrica da São Martinho entra no regime de incentivos REIDI

Geradora tem sede em Pradópolis (SP)

A Bioenergia São Martinho Ltda. foi autorizada a implantar e explorar central geradora termelétrica em Pradópolis (SP), onde fica a matriz do Grupo São Martinho.

A autorização é do Ministério de Minas e Energia (MME) por meio da Portaria 126 publicada na edição desta quinta-feira (26/03) do Diário Oficial da União.

A central termelétrica também está incluída no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura (REIDI).

Criado em 2007, por meio da Lei nº 11.488, de 15 de junho de 2007, o REIDI beneficia com a suspensão da exigência de PIS/PASEP e de COFINS.

Conforme o MME, o enquadramento da UTE São Martinho Bioenergia no REIDI está previsto no artigo. 7º da portaria.

Leia também:

EXCLUSIVO: Usinas do Centro-Sul iniciarão a moagem 2020/21 dentro do prazo?

UTE terá 40 MW de potência instalada

Cadastrada com o Código Único do Empreendimento de Geração (CEG): UTE.AI.SP.032371-3.01, a termelétrica terá 40 megawatts (MW)  de capacidade instalada e 23,9 MW médios de garantia física de energia.

Será constituída por uma unidade geradora, em ciclo Rankine, utilizando bagaço de cana-de-açúcar como combustível principal.

Por sua vez, estará localizada às coordenadas planimétricas E 798.619 m e N 7.639.348 m, Fuso 22S, Datum SIRGAS2000.

Segundo o cronograma definido pelo MME, o início de operação em teste da termelétrica deverá ocorrer até 1º de novembro de 2022.

Por fim, o início da operação comercial da unidade geradora deverá ser realizado até 1º de janeiro de 2025.

Clique aqui para acessar PDF

da Portaria do MME sobre a

UTE São Martinho

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

um + dois =

X