Mercado

Drul promove 2º encontro de cana e bioenergia e lança soluções inéditas

O ponto alto da noite foi o lançamento de três novas soluções do Grupo Drul

Fábio Ramos e  Guilherme Moroço
Fábio Ramos e Guilherme Moroço

A Drul promoveu na sexta-feira (1º), em Sertãozinho-SP, seu “2° Encontro Drul de Cana e Bioenergia”. No evento, que recebeu representantes de mais de 30 usinas do Brasil e do exterior, além das principais entidades do setor, a companhia compartilhou tendências e avanços para o mercado sucroenergético e de biocombustíveis.

LANÇAMENTOS – O ponto alto da noite foi o lançamento de três novas soluções do Grupo Drul:

– SICI –  sistema integrado para controle de insumos, gestão e monitoramento de aplicação de insumos industriais;

– Solução biológica para controle da fermentação (uso de bacteriófagos);

– Sensores virtuais.

Todas, soluções inéditas que prometem revolucionar o setor bioenergético.

M&A – A Drul apresentou também  ao mercado sua mais nova aquisição: o  M&A com a empresa Bioprocess.

“A Drul não apenas fornece soluções químicas, nós buscamos inovações tecnológicas e disruptivas para atender as demandas do setor, buscando sempre  trazer para o presente as soluções do futuro”, diz diretor-executivo da Drul, Fábio Ramos.

LEIA MAIS > Safra 2024/25 no Centro-Sul deverá chegar a 615 milhões de toneladas de cana

Fábio Ramos e Guilherme Moroço

Compartilhando conhecimentos  – O encontro também contou com palestras de instituições renomadas, sobre temas relevantes: “Sucessão familiar”, com Rodrigo Motta, diretor da FCAM – escritório associado à KPMG; “Tendências do mercado para a safra”, com Luciano Rodrigues, diretor da União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Bioenergia (UNICA); e ainda sobre “Transição energética”, com Davi Lopes, da InvestSP – Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade.

Reconhecimentos  – A solenidade ainda  foi marcada pelo reconhecimento  concedido às usinas que se destacaram por sua performance durante o ano de 2023. O sócio fundador da Usina Cerradão, José Pedro Andrade, recebeu uma homenagem póstuma, que foi entregue ao seu filho, Pedro Felipe.

“Estamos orgulhosos e gratos. Recebemos usinas que fizeram e ainda fazem a história do setor. Aliado a isso, tivemos a oportunidade de tratar temas importantes, como a transição energética e o processo de sucessão familiar. E os nossos lançamentos para 2024 representam uma revolução. Tudo isso junto, com certeza, fará com que o Encontro Drul se torne uma tradição”, afirmou o diretor-presidente da Drul, Guilherme Moroço.

O “2° Encontro Drul de Cana e Bioenergia” contou com o apoio institucional das seguintes entidades: UNICA, UDOP, UNEM, KPMG, CEISE BR e Prefeitura Municipal de Sertãozinho.

Banner Revistas Mobile