fbpx

Companhia inglesa com usinas de cana investe em Goiás

bpA companhia de origem inglesa BP (sigla para British Petroleum), que controla três usinas de cana-de-açúcar no Brasil, comunica investimentos em unidade sucroenergética. Saiba mais a seguir. 

A unidade de cana-de-açúcar que receberá investimentos da BP é a Tropical Bioenergia, localizada no município de Edéia, em Goiás.

Leia mais: Crise do petróleo afeta a BP. O que ela fará com as usinas de cana?

Conforme comunicado oficial, a BP Bioenergia Tropical S/A informa ter recebido da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos a licença de funcionamento número 146/2016.

A licença é para a ampliação no parque industrial da unidade sucroenergética, no sistema de secagem de açúcar, em uma área de 1.360 metros quadrados, localizada na Fazenda Canadá, zona rural de Edéia.

Conforme a BP Bionergia Tropical S/A, o investimento não está enquadrado na Resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama).

Saiba mais sobre BP no setor sucroenergético

A BP começou a produzir biocombustíveis no Brasil em 2008, quando se tornou sócia da Tropical Bioenergia, situada em Edéia (GO). Foi a primeira empresa internacional de energia a investir no etanol brasileiro de cana-de-açúcar, segundo relata a própria companhia.

Hoje, possui participação integral de três usinas de produção de etanol, duas em Goiás e uma em Minas Gerais. Em 2014, a BP concluiu a expansão da unidade Tropical, duplicando a capacidade produtiva da usina e elevando a capacidade combinada das três unidades para 10 milhões de toneladas por ano.

Nos últimos três anos, mais de R$ 2 bilhões foram investidos em melhorias nas usinas para elevar eficiência e produtividade, informa a BP.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X