fbpx

Zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar será apresentado em Berlim

img206

Políticas públicas para biocombustíveis, em particular a experiência brasileira com o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar. Este será um dos temas da II Reunião do Acordo Brasil-Alemanha sobre Cooperação no Setor de Energia com Foco em Energias Renováveis e Eficiência Energética em Berlim, que começa nesta quinta (8/12), em Berlim. Ele será apresentado pelo diretor substituto do Departamento de Cana-de-açúcar e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Jose Nilton de Souza Vieira.

Vieira vai mostrar a estratégia do país para apoiar o desenvolvimento da bioenergia em outros países em desenvolvimento. De acordo com o Mapa, o Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar para a produção de etanol e açúcar busca fornecer subsídios técnicos para formulação de políticas públicas promovendo a expansão e a produção sustentável da cultura no território brasileiro.

Com o uso de técnicas de processamento digital, os autores realizaram uma avaliação do potencial das terras para a produção da cultura da cana-de-açúcar em regime de sequeiro (sem irrigação plena). O estudo considerou as características físicas, químicas e mineralógicas dos solos, relacionados com as necessidades da cultura (precipitação, temperatura, ocorrência de geadas e veranicos).

As estimativas demonstram que o país não necessita incorporar áreas novas e com cobertura nativa ao processo produtivo, podendo expandir ainda a área de cultivo com canade-açúcar sem afetar diretamente as terras utilizadas para a produção de alimentos, explica o Mapa.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X