JornalCana

Zona canavieira será marcada por chuva acima da média no próximo trimestre em Pernambuco

A previsão se baseia em vários modelos atmosféricos, onde indicam o fim do El Niño, surgimento da La Niña, e um certo aquecimento da costa oceânica do NE

A Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco divulgou informações positivas para os produtores de cana na última semana, em relação à quadra chuvosa na região.

O serviço meteorológico da entidade, liderado pelo doutor na área, Alexandre Magno, prevê um trimestre marcado por chuvas de normal a acima da média, com boa distribuição espacial e regularidade.

A previsão se baseia em vários modelos atmosféricos, onde indicam o fim do El Niño, surgimento da La Niña, e um certo aquecimento da costa oceânica do NE.

O enfraquecimento do El Niño, por sinal, e condições favoráveis da temperatura do Oceano Atlântico, em janeiro e em fevereiro, já estimularam, nestes meses, precipitações acima da média histórica na Zona da Mata – região predominante pelo cultivo da cana de açúcar em PE.

LEIA MAIS > Fundos trocam açúcar por cacau em fuga estratégica

Em Itambé (Mata Sul) e Lagoa do Carro (Norte) ficaram 309% e 289% acima no primeiro mês do ano, respectivamente. Em fevereiro, a situação de alta repetiu, com volumes também bastante acima.

“O serviço meteorológico da AFCP foi implantado ano passado e tem sido um instrumento importante para o setor”, diz Alexandre Andrade Lima, presidente da associação que reúne 7 mil canavieiros.

Boletim Climático AFCP_02_2024

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram