fbpx
JornalCana

Zilor conquista Certificado Energia Verde que atesta a geração de energia limpa

Companhia faz investimentos na ampliação de Cogeração de Energia Elétrica

A Zilor Energia e Alimentos conquistou o Certificado Energia Verde pelo programa de certificação de Bioeletricidade, promovido pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), em parceria com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e apoio da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), que atesta a eficiência e sustentabilidade da companhia na geração de energia elétrica limpa e renovável a partir da biomassa de cana-de-açúcar.

As unidades São José (Macatuba), Barra Grande (Lençóis Paulista) e Quatá (SP) receberam em abril a certificação referente à Edição 2022 do Programa, que considera na análise a energia elétrica a ser produzida ao longo de 2022.

LEIA MAIS > Senado aprova MP sobre venda direta de etanol

Para receber a certificação, a Zilor cumpriu determinados critérios de geração de energia renovável, com biomassa da cana-de-açúcar, e de eficiência energética nessa geração, além de atender as regras junto à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica e ser associada à UNICA.

Com renovação anual, o Programa busca reconhecer e incentivar a ampliação da produção de energia a partir da cana-de-açúcar. A iniciativa contribui para qualificar e valorizar cada vez mais a geração de energia sustentável a partir da biomassa, que tem papel fundamental no suporte ao setor de energia.

Segundo Luiz Scartezini, diretor Agroindustrial da Zilor, essa é uma ação prática pela neutralidade de emissões de gás carbônico e demonstra o compromisso da companhia com o crescimento sustentável contribuindo positivamente para as mudanças climáticas.

LEIA MAIS > Usina Coruripe e Rumo inauguram terminal para movimentação de açúcar

“A bioeletricidade traz benefícios econômicos e ambientais, atributos importantes para o futuro. Além de promover a sinergia dos nossos processos industriais e de contribuir para diversificar nossas receitas, a bioeletricidade é uma parceria sustentável para as comunidades, pois possui benefícios socioambientais para que o sistema energético nacional seja cada vez mais eficiente e limpo”, destaca.

 Investimentos na ampliação de Cogeração de Energia Elétrica

Luiz Scartezini,

A busca pelo consumo responsável e pela sustentabilidade tem feito as indústrias geradoras e comercializadoras de energia elétrica buscarem novos recursos para ampliar a produção de energia elétrica, a partir de fontes limpas e renováveis, para atender a demanda de consumo.

Nesse sentido, a Zilor anunciou em julho de 2021, a ampliação da cogeração de energia elétrica, com o projeto UTE Barra Grande 2, por meio do leilão de energia nova A-3, conforme divulgado pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

A Zilor obteve o direito de comercialização 169.068 MWh/ano pelo valor de ~R$ 188,00/MWh, com reajuste anual pelo IPCA. O contrato de venda de energia terá prazo de 20 anos e início em abril de 2024.

O investimento previsto para o projeto é de R$ 250,1 milhões, a serem desembolsados nos próximos dois anos, e serão direcionados para compra de caldeira, turbo geradores e demais equipamentos, além da modernização do parque industrial, moendas e consumo de vapor para operação da termelétrica, na Unidade Barra Grande, localizada em Lençóis Paulista -SP.

LEIA MAIS > Batatais e Cevasa realizam treinamento de combate a incêndio

O volume de energia vendido no leilão representa um crescimento de aproximadamente 30% na cogeração de energia atual da Companhia, contribuindo para diversificação dos negócios da e maior previsibilidade na geração de caixa.

A Zilor produz, atualmente, energia suficiente para garantir 100% do abastecimento de suas unidades industriais e o excedente é vendido ao mercado por meio de leilões e contratos com distribuidores de energia elétrica, onde cerca de 90% do volume produzido está contratado ao preço médio R$ 314,2/MWh no 3T22.

Na safra 2020/2021, a Zilor gerou o excedente de 521 mil MWh, volume suficiente para iluminar uma cidade com cerca de 500 mil habitantes por um ano.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram