JornalCana

Venda de etanol hidratado permanece em ascensão e cresce 18% em setembro

Nas cidades correspondentes a 65% do consumo de combustíveis nacional, o hidratado tem apresentado paridades atrativas

Em setembro, as vendas de etanol totalizaram 2,76 bilhões de litros, o que representa aumento de 3,15% em relação ao mesmo período da safra 2022/23.

O volume comercializado de etanol anidro no período foi de 1 bilhão de litros – queda de 12,22% – enquanto o etanol hidratado registrou venda de 1,76 bilhão de litros – crescimento de 14,64%.

No mercado doméstico, as vendas de etanol hidratado terminaram setembro com o maior consumo mensal em 2023, totalizando 1,65 bilhão de litros – variação de 18,45% em relação ao ano passado.

A depender da relação de preços observada nos postos, o movimento de saída dos produtores deve manter a tendência positiva registrada no mês de setembro conforme divulgação da União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Bioenergia (UNICA).

LEIA MAIS > Moagem da cana já é 14,24% maior do que a registrada no ciclo 2022/23

Dados de preços de revenda publicados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para semana que se encerrou em 7/10 indicam que nas cidades correspondentes a 65% do consumo de combustíveis nacional, o etanol hidratado tem apresentado paridades atrativas.

No estado de São Paulo esse percentual atinge 98% do consumo. A respeito das vendas de etanol anidro, o volume comercializado foi de 927,25 milhões de litros o que representa uma variação negativa de 0,84%.

No acumulado da safra 2023/24, a comercialização de etanol soma 15,33 bilhões de litros, o que representa um aumento de 2,73%. O hidratado compreende uma venda no volume de 8,84 bilhões de litros (+0,51%), enquanto o anidro de 6,49 bilhões (+5,91%).

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram