fbpx

VBP em Minas deve somar R$ 40,9 bilhões

O Valor Bruto da Produção (VBP) do agronegócio em Minas Gerais deve somar R$ 40,99 bilhões em 2014, ante R$ 42,3 bilhões apurados em 2013. No primeiro levantamento para 2014 feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), foi estimada queda de 1,17% no resultado total do Estado. Tanto os índices da pecuária como da agricultura apresentaram pequena retração em relação ao ano anterior, com quedas de 0,8% e 1,8%, respectivamente.

Na agricultura, o VBP foi estimado em R$ 25,9 bilhões, recuo de 0,8% frente aos R$ 26,1 bilhões registrados em 2013. O resultado negativo teve como causa os recuos observados em importantes produtos, como café, milho, feijão e tomate.

De acordo com dados do Mapa, o VBP estimado para o café, principal produto do agronegócio mineiro, ficou em R$ 7,6 bilhões, uma retração de 4% sobre os resultados de 2013, que ficou em R$ 7,9 bilhões. A cultura encerrou o ano anterior com queda de 29,8% no indicador. Os preços baixos pagos ao produtor é o principal fator que justifica a retração.

Para o milho, também é esperada queda, de 20,89% neste ano. A produção do cereal foi avaliada em R$ 2,56 bilhões, frente aos R$ 3,2 bilhões registrados no ano passado. A queda no VBP está atrelada à menor produção em Minas Gerais, já que a soja avançou sobre a área antes destinada ao milho.

A desvalorização dos preços do feijão interferiram negativamente na composição do VBP. De acordo com os dados do Mapa, a cultura está avaliada em R$ 1,26 bilhão, retração de 17,3% quando comparado com o R$ 1,53 bilhão obtido em 2013.

Outro produto que apresenta números negativos é o tomate. O VBP foi estimado em R$ 895 milhões, uma baixa de 33,5% quando comparado com o R$ 1,34 bilhão registrado em 2013.

Altas

Já a soja, o algodão, a batata-inglesa e a banana apresentaram alta no VBP. Segundo o Mapa, com o aumento na produção da oleaginosa em Minas e a manutenção dos preços firmes, o VBP da soja foi estimado em R$ 4,6 bilhões, incremento de 26% em relação aos R$ 3,6 bilhões de 2013, ano que encerrou com o VBP com alta de 10,48%.

O aumento da produção também favoreceu os resultados do algodão. A lavoura foi avaliada em R$ 383 milhões, elevação de 66,7% ante 2013, quando o indicador atingiu R$ 229,9 milhões.

O VBP da batata-inglesa foi calculado em R$ 1,49 bilhão, valorização de 1,56% frente ao R$ 1,47 bilhão observado anteriormente. No caso da banana, a cultura foi avaliada em R$ 914 milhões, representando incremento de 1,8% sobre o VBP de R$ 897 milhões obtido em 2013.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X