fbpx

Vaivém das Commodities

Contrariando a lógica O frio polar deste início de ano nos EUA sugere aumento no consumo de petróleo, refletindo a maior demanda para aquecimento de ambientes fechados. Mas, para a IEA (agência internacional de energia), não é bem assim.

Razões Recentemente, o petróleo perdeu espaço nesse mercado para outros combustíveis, diz a agência. Além disso, o frio foi tão intenso que acabou reduzindo outras formas de consumo, como no transporte e o industrial. Locomover-se e operar fábricas ficou inviável em alguns dias.

Em alta Mas qualquer impacto do frio na demanda deverá ser neutralizado quando o clima ajudar. A IEA diz que o consumo de petróleo deverá crescer 0,4% nos EUA em 2014. A projeção anterior era de retração de 0,1%.

No Brasil Para o país, a IEA estima alta de 2,9% na demanda, inferior aos 4% registrados em 2013. O forte aumento no consumo de gasolina não deve se repetir. Para a demanda global, a projeção é de alta de 1,4%.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X