fbpx

Usinas vendem 54,8% mais etanol, mas faturam 4% menos

Foto: JornalCana/Arquivo

As unidades produtoras venderam 54,8% mais etanol no período da safra de cana-de-açúcar 2018/19, entre abril de 2018 a março último, mas o faturamento foi 4% menor.

A informação é do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP.

Segundo as médias dos indicadores Cepea/Esalq dos etanóis anidro e hidratado, os valores recebidos pelas unidades no período da safra 18/19 ficaram quase 4% abaixo do apurado na temporada anterior (safra 17/18). A queda é em termos reais pelo IGP-M de março/19.

Mas ao mesmo tempo o volume de etanol hidratado negociado no acumulado da safra 18/19 foi 54,8% maior em igual comparativo.

Leia também:

Entenda porquê os custos de produção da cana subiram 39% e o valor do ATR pelo Consecana aumentou só 19%

Queda no terceiro ano consecutivo

Na última semana da safra 2018/19, especificamente, os preços do hidratado caíram pelo terceiro período consecutivo, sendo, inclusive, a terceira baixa mais intensa de toda a temporada.

Entre 25 e 29 de março, o Indicador Cepea/Esalq do hidratado em São Paulo fechou em R$ 1,6332/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), queda de 7,66% em relação ao da semana anterior.

No caso do etanol anidro, o Indicador foi de R$ 1,8391/litro (sem PIS/Cofins), recuo de 1,08% no mesmo comparativo.

Segundo colaboradores do Cepea, de modo geral, a demanda esteve retraída, com aquisição de pequenos volumes. Usinas seguiram desovando o produto da safra 18/19 e também, em alguns casos, ofertando o etanol da temporada atual, que teve início oficial na segunda-feira (1º/04).

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X