fbpx

Usinas usam 21% da verba destinada a estocagem

Usineiros contrataram entre julho de 2010 e maio deste ano só 21% dos R$ 2,4 bilhões que o governo federal disponibilizou, via BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), para o programa de financiamento à estocagem de etanol combustível.

Apesar de só contratarem R$ 514 milhões no período, o Plano Agrícola e Pecuário 2011/2012, lançado na última sexta-feira (17) pela presidente Dilma Rousseff (PT) e pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi, prevê R$ 2,5 bilhões para o mesmo fim.

O objetivo do governo com o financiamento dos estoques é reduzir as flutuações do valor do álcool para o consumidor final, com a garantia do abastecimento do mercado interno.

Este ano, no entanto, em meio às altas recordes do etanol nas bombas, devido à falta do produto nas usinas, uma das queixas do setor sucroalcooleiro era justamente a falta de dinheiro para fazer estoque do produto.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X