Usinas

Uisa intensifica redução de carbono com tecnologia da Nasa

Tecnologia atende compromisso da companhia de ser NetZero até 2035 e auxilia empresas interessadas no mercado voluntário de carbono

Uisa intensifica redução de carbono com tecnologia da Nasa

A Uisa, em parceria com a Agrorobótica, passa a utilizar uma plataforma de Inteligência Artifical (IA), com tecnologia da Nasa, para quantificar e monetizar o carbono estocado no solo. O processo se utiliza da tecnologia LIBS (Laser Induced Breakdown Spectroscopy) – a mesma técnica utilizada na missão espacial pela Nasa para a caracterização do solo do planeta Marte.

Trata-se de uma técnica de análise química e física do solo, que usa um pulso laser de alta energia para criar um micro plasma na superfície da amostra de solo e determinar sua composição química e física.

A partir daí, são realizadas análises das amostras de solo para determinações de carbono, textura (areia, silte e argila), pH, macro e micronutrientes, de forma rápida, econômica e precisa, ainda sem geração de resíduos.  Além de medir o carbono e os nutrientes presentes no solo, ainda é possível gerar recomendações agronômicas digitais de corretivos, fertilizantes, plantas de cobertura e manejo do solo.

As grandes companhias adquirem créditos de carbono para compensar o impacto ambiental. Desta forma, entre outros pontos positivos, a Uisa objetiva diminuir sua pegada de carbono – alicerçada pelo seu compromisso público de ser NetZero até 2035 – e auxiliar outras companhias na busca pela descarbonização, através do mercado voluntário de carbono.

Banner Revistas Mobile