JornalCana

Usinas mineiras querem redução do ICMS

Produtores de açúcar e álcool do estado de Minas Gerais se reunirão com o governador do estado Aécio Neves amanhã, 28 de abril, para pedir a redução do ICMS do álcool hidratado de 25% para 12% no estado.

“O consumo de álcool no mercado interno de Minas tem diminuído gradativamente. “O litro de álcool nos postos de abastecimento custa hoje R$ 1,60 em média. Isso resulta em 73% do preço da gasolina que está sendo vendida à R$ 2,15, o que leva o consumidor a escolher a gasolina mesmo que possua carros de motor movido a combustível flexível”, lamenta Luiz Custódio Cotta Martins presidente do Siamig/Sindaçúcar-MG.

Segundo o presidente do Siamig, no Estado de São Paulo o consumo de álcool aumentou 54%, principalmente pela venda de carros com motor flex. Já a demanda interna por álcool do Estado de Minas hoje não passa de 42%. “A tendência, se não houver a modificação do ICMS, é que o consumo diminua cada vez mais”, prevê.

De acordo com Martins, o governador Aécio Neves é um dos maiores defensores do álcool combustível, mas não tomou nenhuma medida, porque o problema não chegou bem explicado a ele.

“Sem mercado interno não há como fazer crescer a produção de álcool em Minas. O Estado, que hoje destina 58% de sua produção de cana para açúcar, deve continuar a produzir mais açúcar do que álcool”, declarou o presidente do Siamig.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram