fbpx
JornalCana

Usinas geram cerca de cinco mil novos empregos para nova safra

Setor está entre os maiores empregadores em Goiás

Para a próxima safra de cana-de-açúcar, que se iniciará nesta primeira quinzena de abril, as 37 usinas sucroenergéticas goianas estão gerando cerca de cinco mil novas vagas de emprego.

O setor de produção de etanol, açúcar e bioeletricidade está entre os maiores empregadoras em Goiás. Ao todo são cerca de 50 mil empregos diretos e 250 mil indiretos.

Porém, muitas vezes nem todas as vagas são preenchidas porque faltam pessoas com a qualificação necessária. Por isso, as usinas fazem sempre parcerias com o SENAI e SENAR em Goiás para mudar esse cenário. São ofertados todos os anos vários cursos técnicos para atender as demandas das empresas nas áreas administrativa, agrícola e industrial.

LEIA MAIS > Usina Coruripe obtêm financiamento de R$ 193 milhões atrelado ao RenovaBio

Outro dado bastante relevante: de acordo com levantamento feito pelo Sifaeg e pelo Sifaçúcar, sindicatos que representam as usinas instaladas no estado, o setor paga 12,3 milhões diariamente em salários para colaboradores, encargos e pagamentos para parceiros agrícolas e fornecedores de cana.

Investimentos e impostos

“O setor sucroenergético sempre esteve entre os que mais investem em Goiás, gerando emprego e renda, praticando políticas sociais amplas e ajudando a promover o crescimento sustentável do interior goiano”, afirma o presidente-executivo do Sifaeg/Sifaçúcar, André Rocha. Só na renovação de canaviais das usinas são investidos anualmente mais de R$ 2 bilhões.

O executivo cita ainda que, de acordo com dados da Secretaria de Economia do Estado, as usinas goianas contribuem com R$ 1,7 bilhões/ano de impostos estaduais e Fundo Protege Goiás, ou seja, mais de 4,7 milhões diários.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram