Usinas em recuperação são recorde

A crise do setor sucroalcooleiro, iniciada em 2008 quando o governo federal decidiu controlar os preços dos combustíveis, atingiu seu ápice no ano passado. Em 2015, 13 usinas entraram em processo de recuperação judicial, um recorde. Juntas, elas têm dívidas bancárias de cerca de R$ 8 bilhões.

Do total de usinas existente no país, 79 (23% do total) estão em regime de recuperação judicial. A esperança é que a recomposição dos preços dos combustíveis iniciada no último ano contenha a crise do setor. “O pior já passou. As que estavam em situação mais complicada já pediram proteção judicial. Agora, estamos vendo mais renegociações extrajudiciais de usinas”, diz o advogado especializado Domício dos Santos Neto.

Pela primeira vez, duas multinacionais foram obrigadas a pedir recuperação: o Grupo Renuka, controlado pela indiana Shree Renuka Sugars, e a Abengoa Bioenergia, empresa da gigante espanhola Abengoa.

Fonte: (Valor)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X