fbpx

Usinas buscam programa sustentável de redução de custos

As consequências geradas pela crise não se limitaram as dificuldades para a obtenção de financiamentos e a escassez de crédito. O sócio da PricewaterhouseCoopers, José Rezende, observa que muitas companhias enfrentaram problemas com derivativos – contrato que estabelece pagamentos futuros de acordo com o comportamento dos preços de um ativo de mercado -, o que nem sempre foi noticiado pela mídia. “As empresas que apresentaram boa gestão de riscos não tiveram dificuldades nessas operações”, diz.

Os abalos não pararam aí. Algumas usinas, que não conseguiram cumprir seus compromissos, entraram em recuperação judicial. Outras foram vendidas ou incorporadas. Quem atravessou a crise com dificuldades, mas conseguiu sobreviver, precisa adotar diversas medidas para ganhar um “fôlego” novo.

José Rezende considera importante a implantação de um programa sustentável de redução de custos. Para isto, é necessário avaliar quais são as possibilidades de diminuição de gastos que podem elevar a competitividade da empresa. “A redução não significa cortar 10% de custos, por exemplo, em todas as áreas indiscriminadamente”, observa.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X