fbpx
JornalCana

Usina flex estende atividade na produção

Milho-e-EtanolA partir da safra 2011/12, a Usimat, usina projetada para processar cana, passou também a fazer etanol de milho. Situada em Campos de Júlio (MT), usou 15 mil toneladas de milho naquela safra e deverá processar 110 mil nesta.

Finda a safra de cana, a usina produz etanol com milho e sorgo. A viabilidade da usina flex depende de custos da matéria-prima e de preços de venda dos produtos obtidos –etanol, óleo e ração.

A localização ideal para esses projetos é onde há oferta de matéria-prima e demandas por etanol e por ração.

Sérgio Barbieri, diretor da empresa, diz que a produção flex traz benefícios porque na entressafra da cana a usina se mantém ativa com o processamento dos cereais.
“A condição de a Usimat operar com cana e cereais nos permitiu ter resultados”, diz.

Mas a situação do setor em Mato Grosso não é confortável. O Estado produz mais etanol do que consome e o passeio do combustível o torna menos competitivo.

A legislação exige que o etanol passe por uma distribuidora. O etanol sai de Campos de Júlio, roda 610 km até Cuiabá e volta ao mesmo lugar.

O desafio é trabalhar para elevar o consumo e para que o setor tenha regras definidas por ao menos cinco anos, diz Barbieri. “É preciso, também, fazermos o dever de casa com mais produtividade e redução de custos.”

(Fonte: Folha de S.Paulo)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram