fbpx

Usina da Nicarágua investe em cogeração

A usina Montelimar , da Nicarágua, está terminando de construir uma planta de cogeração de energia elétrica e tem intenção de dobrar sua produção de açúcar nos próximos cinco anos.

O representante da usina Montelimar Álvaro Avilées
O representante da usina Montelimar Álvaro Avilées

Segundo o Portal JornalCana apurou com o representante da empresa, Álvaro Avilées,  nos últimos dois anos foram investidos  38 milhões de dólares na construção de uma planta de cogeração que terá capacidade para produzir 38 MW por dia.  A data prevista para início das operações é dezembro de 2015 e a ampliação dos negócios tem o objetivo claro de converter a usina em um player mundial. “Esse foi o maior investimento já feito pela empresa até agora”, disse.

Leia mais: O que a Nicarágua faz com 6 mi de toneladas

Pela primeira vez no Brasil, o representante , que veio a Fenasucro por uma iniciativa do APLA ( Arranjo Produtivo Local do Álcool), está de olho nos maquinários e implementos agrícolas. Tudo isso para dobrar a produção de açúcar da usina nos próximos cinco anos, consequentemente aumentando também a cogeração.

Atualmente a  usina produz  aproximadamente 1 milhão de quintais de açúcar por safra e sua capacidade de moagem é de 5 mil toneladas  de cana por dia ( na última safra houve uma moagem recorde de 700 mil toneladas de cana). Por enquanto não há planos de produzir etanol, já que a legislação não prevê o uso de álcool como biocombustível  no país, sendo sua utilização apenas para indústria alimentícia.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X