fbpx

Usina da Bunge regulariza ramal ferroviário

bA Bunge Alimentos S. A., controladora da usina de cana-de-açúcar Santa Juliana, de Uberaba (SP), regularizou ramal ferroviário de acesso à unidade produtora.

A regularização está em resolução assinada por Alexandre Porto Mendes Souza, superintendente de Infraestrutura e Serviços de Transporte Ferroviário de Cargas da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Conforme o documento, a ANTT autoriza, para fins de regularização, a implantação do Projeto de Interesse de Terceiros (PIT) para ramal de acesso à Usina Santa Juliana.

Essa autorização oficializa ligação no km 950 da linha Tronco Ibiá – Uberaba, no distrito de Zelândia (MG), pela Bunge, na malha concedida à Ferrovia Centro Atlântica S.A. (FCA).

Saiba mais sobre a Usina Santa Juliana:

Desde 2006 a Bunge opera com a comercialização de açúcar, etanol e cogeração de energia. São 8 usinas de cana-de-açúcar, mais de 200 mil hectares plantados e investimentos na ordem de US$ 2,5 bilhões entre 2012 e 2016.

A primeira unidade, a usina Santa Juliana, no Triângulo Mineiro, foi adquirida em 2007 e, dois anos depois, teve início a construção da Usina Pedro Afonso (TO) – ambas em parceria com a japonesa Itochu, uma das maiores tradings do mundo; essa é a primeira unidade greenfield da Bunge no País.

Paralelamente, comprou a maior parte das ações da Usina Monteverde, localizada em Ponta Porã (MS), e deu mais um grande passo para consolidar sua posição no segmento em dezembro de 2009 ao adquirir a MoemaPar, grupo com cinco usinas de cana-de-açúcar localizadas nos Estados de São Paulo e Minas Gerais (Moema, Itapagipe, Frutal, Ouroeste e Guariroba).

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X