fbpx

Usina amplia faturamento com levedura seca inativa da cana

A Cooperativa Pindorama, localizada em Coruripe (AL), implantou em seu complexo industrial, em janeiro de 2018, a primeira fábrica do Nordeste especializada na secagem do creme de levedura excedente da produção do etanol.

A Usina, que possui capacidade para produção de 6 toneladas por dia, encontrou na produção da biomassa a solução para o montante descartado das sobras do processo de fermentação do álcool.

Na safra 2018/2019, a fábrica de levedura seca de cana já produziu 420 toneladas do produto.

Leia também:

Evento gratuito ensina a se preparar para o RenovaBio

Como é a estrutura da usina

O parque industrial ainda conta com turbinas, torres de refrigeração e câmara de secagem spry dry, que preserva todas as qualidades de aminoácidos e vitaminas do complexo B e proteínas.

Esta última que se faz presente em até 40% do produto.

Sucesso no setor agropecuário de Alagoas, a levedura inativa seca é utilizada na suplementação de aves, equinos, bovinos, suínos, caprinos e peixes. O produto é comercializado em embalagens de 25 quilos.

O subproduto da cana abriu uma nova janela no ambiente de negócios da Usina, alavancando novos investimentos como o projeto de produção da levedura autolisada, parede celular e a levedura de cerveja.

Este conteúdo está originalmente disponibilizado na edição de março/2019 do JornalCana. 

Clique aqui para ler o conteúdo na íntegra. 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X