fbpx

Usina 4.0: Santa Lúcia otimiza sua cogeração em tempo real

Unidade produtora projeta ter a maior safra de sua história

 

Rafael Ometto do Amaral, da Santa Lúcia; Josias Messias, diretor da ProCana Brasil e César Krug Ometto, da Santa Lúcia

Com a projeção de ter a maior safra de sua história, com a moagem de 1,6 milhão de TC, a Usina Santa Lúcia, de Araras (SP), investiu na ampliação da cogeração e em melhorias de sua planta industrial. Na UTE foi implantado um turbo gerador com potência de 10MW (condensação) e um condensador evaporativo de 50 tvp/h.

DESTAQUE > Cinco cases que comprovam a eficiência de uma usina 4.0

Na planta foram trocadas 4 caixas de evaporação de 500 m2 por 3 caixas de 1000 m2, passando para 6 efeitos; as esteiras de alimentação de bagaço foram alargadas; e o secador de 14.000 sacas/dia foi substituído por um de 25.000 sacas/dia.

SAIBA MAIS > USINA 4.0, a transformação digital da indústria

A usina segue focada em inovações otimizando a cada ano seus processos e, para tanto, iniciou a implantação do S-PAA, plataforma integrada de inteligência artificial que faz a otimização em tempo real da planta industrial, atuando em laços fechados nas malhas de controles existentes e em laços abertos rodando o PDCA Online. Inicialmente, o S-PAA será implantado na cogeração da Santa Lúcia, atuando através de Laço Fechado.

A usina segue focada em inovações otimizando a cada ano seus processos e, para tanto, iniciou a implantação do S-PAA, plataforma integrada de inteligência artificial que faz a otimização em tempo real da planta industrial, atuando em laços fechados nas malhas de controles existentes e em laços abertos rodando o PDCA Online.
A Santa Lúcia é a 49ª usina a instalar o S-PAA, inicialmente na cogeração atuando através de Laço Fechado.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

oito + sete =

X