fbpx

Unidades do Mato Grosso do Sul investem em cursos durante a entressafra

Confira exemplos de programas realizados

Foto: Divulgação/Biosul

Unidades produtoras do Mato Grosso do Sul intensificaram cursos de capacitação durante a entressafra.

O calendário de novos cursos coincidiu com período de entressafra antecipada e mais longa diante outros estados produtores do centro-sul.

Esse intervalo da colheita e moagem da cana-de-açúcar, iniciado por algumas unidades em outubro, permitiu a intensificação dos novos cursos.

É o caso das duas unidades da Adecoagro, localizadas nos municípios de Ivinhema e Angélica, no sul do Estado, que tinha  premissa de atuar com safra contínua desde 2015, mas que no ciclo 2019/20 tiveram entressafra de sessenta dias.

No período foram desenvolvidas diversas ações dentro dos programas de qualificação, treinamento, liderança, segurança e novos cursos, além das capacitações obrigatórias relacionadas às Normas Reguladoras (NRs).

Mobilização de 1,1 mil colaboradores

O programa Capacitar, por exemplo, mobilizou mais de 1.100 colaboradores neste período com o curso Formação de Time de Alta Performance na divisão agrícola.

Mais de 100 colaboradores também passaram por reciclagem técnica em sala de aula, com simuladores e no campo em cursos para operadores de trator, colhedora e motorista de caminhão de apoio, canavieiro e mecânicos agrícolas.

A empresa trabalhou ainda campanhas de conscientização sobre saúde mental (Janeiro Branco) e doenças como Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer (Fevereiro Roxo).

Treinamento para cargos de liderança

Na usina Fátima do Sul, localizada no município Fátima do Sul, foram disponibilizados cursos de reciclagem dentro das capacitações obrigatórias.

Além deles, a programação durante a entressafra foi direcionada para treinamento dos colaboradores para cargos de lideranças e desenvolvimento pessoal.

A unidade ainda reforçou o Programa de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, ao Assédio Sexual com palestra para todos os funcionários.

Movimentação nas unidades da Biosev

Em Rio Brilhante, localizado a 150 km da Capital, a movimentação nas unidades Biosev não foi diferente.

Mais de dois mil colaboradores, que atuam nas unidades Rio Brilhante e Passatempo, passaram por diversos cursos e treinamentos no período da entressafra.

As usinas são equipadas com simuladores de colhedora de cana, onde operadores de tratores são qualificados dentro da usina para operar máquinas de plantio e colheita da matéria-prima.

Algumas turmas são abertas ao público externo e recebem moradores do município e região interessados em se qualificar para a operar máquinas de grande porte.

Atvos treina 1,6 mil funcionários

Com três unidades no Estado, o grupo Atvos treinou 1.665 funcionários em 71 cursos, entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2010.

De acordo com a empresa, foram 58.035 horas em diferentes frentes de capacitação, entre elas, formação de liderança, empresarial, operacional, obrigações operacionais, saúde e segurança e meio ambiente.

As unidades estão localizas nos municípios de Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante e Costa Rica.

Entre as ações, teve início a primeira turma do projeto “Elo com Elas” na Unidade Santa Luzia, estendido às mulheres moradoras de Nova Alvorada do Sul.

A intenção é capacitar mão-de-obra para operação de colheita e plantio mecanizados com olhar para inclusão da participação feminina dentro das unidades.

A formatura do curso ocorreu na sexta-feira (6).

Este conteúdo foi produzido com a assessoria da Biosul.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X