JornalCana

UNICA se manifesta sobre relatório divulgado pela ORPLANA

Segundo estudo, os modelos de comercialização Cosecana, não estão remunerando corretamente os produtores de cana

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Bioenergia (UNICA) rebateu as informações divulgadas pela ORPLANA (Organização das Associações de Produtores de Cana-de-Açúcar do Brasil), nesta quinta-feira (19), sobre um estudo que identificou um desequilíbrio econômico e prejuízo dos produtores de cana no custo de produção.

Em nota, a UNICA afirma entender que os números apurados a partir de informações declaratórias pela ORPLANA não representam a realidade do mercado de cana-de-açúcar no Estado de São Paulo, inclusive a afirmação de que a maior parte dos produtores não recebe nenhum tipo de prêmio ou bonificação adicional ao valor de referência publicado pelo CONSECANA-SP.

LEIA MAIS > A Evolução do Setor Sucroenergético: O Futuro Sustentável do Brasil

A UNICA sugeriu a contratação de empresa externa e isenta para elaborar estudo visando avaliar a atual situação do mercado de cana-de-açúcar no Estado de São Paulo e apresentar um diagnóstico técnico e adequado sobre a tema. A ausência deste estudo impede qualquer afirmação assertiva sobre a dinâmica de precificação da cana-de-açúcar no Estado.

“A UNICA é favorável à revisão dos aspectos técnicos e econômicos do CONSECANA-SP, respeitando as deliberações e premissas previstas nos acordos já celebrados, especialmente aquelas retratadas de forma clara e inequívoca na última atualização do CONSECANA-SP.

O CONSECANA-SP tem como razão de existir a pré-disposição ao diálogo e o interesse na composição amigável de disputas, naturais à convivência no ambiente de negócios e somente existente em ambiente plural e democrático”, concluiu.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram