fbpx

Unica: moagem no Centro-Sul atinge 529,6 mi/t

O processamento de cana-de-açúcar no Centro-Sul totalizou 2,58 milhões de toneladas na segunda quinzena de janeiro, uma queda de 33,17% quando comparada à quinzena anterior, a primeira do ano. Os dados foram divulgados hoje pela União da Indústria de cana-de-açúcar (Unica).

Segundo a entidade, essa redução reflete as condições climáticas desfavoráveis para a colheita, mas em particular a redução gradativa e esperada no número de unidades em atividade durante a entressafra.

Na primeira quinzena do ano, 91 unidades ainda estavam em safra no Centro-Sul. Este número caiu para 63 usinas no começo da segunda quinzena de janeiro, e na primeira quinzena de fevereiro chegou a 36 unidades.

No acumulado desde abril de 2009, a moagem atingiu 529,61 milhões de toneladas, 5,68% superior ao volume processado no mesmo período do ano anterior, que foi de 501,13 milhões de toneladas.

Queda no ATR

Apesar do crescimento da moagem, a quantidade de produtos disponíveis para a produção de açúcar e de etanol nessa safra é 2,01% inferior ao volume disponível no mesmo período da safra passada. Tal fato ocorre em função da menor quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana durante a safra 2009/10, que até o momento é de 130,78 kg de ATR/t de cana, 9,95 quilos inferior ao índice do ano anterior para o mesmo período.

Na segunda quinzena de janeiro, a quantidade de ATR por tonelada de cana foi de 109,54 quilos, queda de 19,75% em relação ao valor obtido na mesma quinzena da safra anterior. Essa redução se deve ao clima quente e chuvoso observado nesse período, que estimula o crescimento vegetativo da planta em detrimento da concentração de açúcar.

Mix de produção

Do total da cana processada do início da safra ao final de janeiro de 2010, 43,07% foi destinada à produção de açúcar e 56,93% à produção de etanol.

Na segunda quinzena de janeiro a tendência de aumento no volume de cana destinada à produção de etanol se intensificou, e a proporção de cana destinada para a produção de açúcar ficou em apenas 16,29% da cana moída. Esse fato evidencia a dificuldade técnica para se produzir açúcar nesse período do ano, mesmo com preços convidativos.

Produção de açúcar e de etanol

Na segunda quinzena de janeiro, a produção de açúcar totalizou 43,86 mil toneladas e a de etanol 139,24 milhões de litros, sendo 14,18 milhões de etanol anidro e 125,06 milhões de hidratado.

No acumulado desde o início da safra, a produção de açúcar chegou a 28,42 milhões de toneladas, 6,61% acima do volume observado na safra 2008/09 (26,66 milhões). A produção de etanol, por sua vez, alcançou 23,05 bilhões de litros, sendo 16,91 bilhões de etanol hidratado – crescimento de 3,83% sobre a safra anterior – e 6,13 bilhões de etanol anidro, com queda de 28,52% em relação à safra passada.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X