fbpx

UNICA leva à Colômbia experiência em biocombustíveis e agronegócio

O sucesso do programa brasileiro de biocombustíveis e o avanço do agro no País serão apresentados a uma plateia de mais de 500 empresários, investidores e autoridades governamentais da Colômbia durante o 1º Fórum de Investimentos Brasil-Colômbia, que acontece no dia 04/08, em Bogotá. O evento, organizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), terá a participação de diversas lideranças brasileiras, como o presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Marcos Jank, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“A experiência brasileira pode ser replicada em outros países do mundo e na América Latina a Colômbia é um dos principais exemplos nesse sentido, com avanços importantes nos últimos anos para ampliar a presença do etanol na matriz de combustíveis e expandir o setor sucroenergético no país. Nesse contexto, é essencial aprimorar o diálogo bilateral entre os dois países,” afirma Jank, que fará uma apresentação no Painel de “Agrobusiness”, com moderação do ministro da Agricultura da Colômbia, Juan Camilo Restrejo.

O dirigente da UNICA ressalta que o encontro servirá ainda para levar aos colombianos detalhes da campanha brasileira de valorização do agronegócio, lançada em 18/07. “O Movimento Sou Agro tem como objetivo destacar a importância do Agro e sua conexão com o dia-a-dia da sociedade,” explica Marcos Jank. O comércio bilateral entre Brasil e Colômbia atingiu US$ 3 bilhões em 2010, quatro vezes maior do que o total registrado em 2004 de acordo com dados do BID. Agronegócio, energia e telecomunicações são alguns dos setores de maior interesse dos dois países.

Convidados de peso

O Fórum em Bogotá será aberto pelo ex-presidente Lula, pelo presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos e por Luis Alberto Moreno, presidente do BID. Estão previstas também as presenças do ministro das Comunicações do Brasil, Paulo Bernardo e dos governadores dos estados de São Paulo, Geraldo Alckmin, Rio de Janeiro, Sérgio Cabral e Pernambuco, Eduardo Campos.

Do lado empresarial, entre os convidados do lado brasileiro estão José Sérgio Gabrielli, da Petrobrás; Jorge Gerdau, do Grupo Gerdau; Guilherme Leal, da Natura; André Esteves, do BTG Pactual; Marcelo Odebrecht, do Grupo Odebrecht; Germán Efromovich, da Avianca; o ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, da FGV; Ricardo Marino, do Itaú Unibanco; e Albano Chagas Vieira, do Grupo Votorantim.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X