fbpx

Unica aponta erros em leilão de energia

img10052

Acontece no próximo dia 6 de junho o primeiro leilão de compra de energia elétrica em 2014 proveniente de novos empreendimentos de geração denominado A-3. A decisão do MME – Ministério de Minas e Energia feita a Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, está em portaria assinada pelo ministro Edison Lobão, publicada no DOU – Diário Oficial da União.

De acordo com a Unica – União da Indústria de Cana-de-Açúcar, o certame vai repetir uma estrutura que não produz bons resultados, particularmente para a bioeletricidade gerada a partir da cana. O novo leilão permitirá a participação, ao mesmo tempo, de empreendimentos de geração a partir de energia hídrica, eólica, biomassa e gás natural.

No último Leilão A-3, realizado em novembro do ano passado, tanto a bioeletricidade quanto a fonte gás natural não conseguiram comercializar energia. Somente a fonte eólica foi bem sucedida, com a comercialização de 380 MW médios de 39 parques eólicos. A bioeletricidade havia cadastrado 15 projetos e a fonte gás natural outros dois, mas a competição direta com as eólicas, sem levar em consideração as particularidades de cada fonte, levou ao resultado de contratação de apenas uma fonte, no caso a própria eólica.

Para o gerente em bioeletricidade da entidade, Zilmar de Souza, o formato de contratação no Leilão A-3, que mistura fontes de geração não comparáveis, precisa ser revisto. “A bioeletricidade tem peculiaridades que, no mínimo, exigem a presença de um produto térmico no leilão, como ocorreu nos Leilões A-5 em 2013 quando a bioeletricidade concorreu com o carvão mineral e o gás natural. É fundamental que haja uma política dedicada à bioeletricidade, com leilões por fonte ou regionais. A presença do produto térmico já foi um avanço, mas é preciso manter esse rumo de aprimoramento,” apontou.

A data de início do suprimento de energia elétrica ocorrerá em 1º de janeiro de 2017. Interessados em participar do leilão deverão requerer cadastramento e habilitação de seus projetos até o dia 28 de fevereiro conforme instruções disponíveis no site da EPE – Empresa de Pesquisa Energética.

img10051

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X