fbpx

UE financia projeto para impulsionar pequenos produtores de cana em Moçambique

A União Europeia e o Banco ABC de Botswana vão financiar um projeto de apoio ao desenvolvimento de pequenos produtores de cana em Moçambique.

XinavaneOs produtores de cana moçambicanos organizados em cinco associações irão se beneficiar de um financiamento de US$ 4,3 milhões.

O projeto também irá tornar possível para a fábrica de açúcar de Xinavane atingir sua capacidade total, abastecida pela cana produzida por membros dessas associações.

A UE fornecerá uma subvenção de 1,54 milhões de euros, enquanto o Banco ABC fará aos agricultores um empréstimo de 2,37 milhões de euros. Os agricultores vão pagar o empréstimo com as vendas de sua cana-de-açúcar para Tongaat Hulett — o acionista majoritário na empresa de açúcar de Xinavane.

A cana foi plantada na área do projeto no ano passado e as primeiras colheitas são esperadas até o final deste mês.

De acordo com o diretor do projeto, Sancho Cumbe, a expectativa é de que a oferta de cana para a fábrica Tongaat-Hulett Xinavane aumente, e seja criado na área um novo setor agrícola de pequena escala, sustentável e viável, gerando um aumento substancial do emprego rural .

Xinavane moeu 202.000 toneladas de cana em 2014-15.

Tongaat Hulett-é o maior empregador do setor privado em Moçambique, empregando 17.000 pessoas em momentos de pico de produção em suas duas plantações e usinas. Isso é mais do que a metade do número total (30.000) dos trabalhadores do setor açucareiro no país.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X