fbpx
JornalCana

Trichoderma tem ação nematicida, fungicida e promotora de crescimento em canaviais

O uso de controle biológico é uma tradição na cultura da cana-de-açúcar e vem apresentando crescimento

Sene: Trichoderma harzianum também tem melhor custo x benefício

O uso de controle biológico é uma tradição na cultura da cana-de-açúcar e vem apresentando crescimento tanto na variedade de produtos utilizados quanto em novas aplicações, como é o caso do Trichoderma harzianum. Inicialmente indicado como fungicida, já tem seu efeito nematicida reconhecido cientificamente e ainda auxilia na promoção do crescimento da planta.

De acordo com o professor doutor Alexandre de Sene Pinto, o Trichoderma harzianum é um fungo multiuso, que tem como principal função o controle de doenças de solo, como Fusarium e Colletotrichum. “Também repele e controla nematoides, fixa nitrogênio, transforma fósforo não-absorvível em absorvível, incorpora zinco e potássio às raízes, produz fitohormônios que melhoram as condições gerais das plantas, e ainda melhora a estrutura do solo”, explica.

O Trichoderma harzianum também tem um melhor custo x benefício que outras formas de controle de doenças, até mesmo no plantio ou tratamento de soqueiras. “O fungo é uma alter- nativa natural e não influencia na saúde de pessoas, animais e na dinâmica do solo. E em época de preocupação com a emissão de gás carbônico, a produção e uso desse fungo mostra valores muito baixos”, explica.

O Trichoderma harzianum também tem um melhor custo x benefício que outras formas de controle de doenças, até mesmo no plantio ou tratamento de soqueiras. “O fungo é uma alternativa natural e não influencia na saúde de pessoas, animais e na dinâmica do solo. E em época de preocupação com a emissão de gás carbônico, a produção e uso desse fungo mostra valores muito baixos”, explica.

Na comparação com outras alternativas de manejo, além da vantagem econômica do custo do produto e da aplicação, a performance é superior, pois leva em conta a somatória de todas as melhorias promovidas, mostrando maior produtividade. “Dessa forma a rentabilidade do produtor de cana é favorecida pelo uso do Trichoderma, pois ele oferece um custo menor com uma produtividade superior”, orienta Pinto.

O fungo possui três mecanismos de ação: antagonismo, inibindo a ocupação do solo por outros microorganismos danosos; microparasitismo, com ação direta sobre os fungos que danificam as plantas; e antibiose, quando os metabólitos produzidospelo Trichoderma harzianum degradam a parede celular de fungos e nematoides no solo.

 

Baixe o PDF da edição de maio/20 do JornalCana clicando aqui.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram