fbpx

Trabalho da Delta Sucroenergia comprova redução do consumo de diesel em 23%

Trabalho desenvolvido pelo Centro de Inteligência Agrícola (CIA) da Delta Sucroenergia comprova a possibilidade de redução de 23% no consumo de óleo diesel nas máquinas. Essa economia pode representar 48.729 litros do combustível para o período de plantio nas unidades da companhia.

A Delta controla três unidades produtoras no estado de Minas Gerais: a Delta, localizada em Delta; Volta Grande, em Conceição das Alagoas; e a Conquista de Minas, em Conquista.

O resultado do trabalho, que integra primeiro estudo, foi divulgado pela Delta Sucroenergia em publicação interna.

Conforme o CIA, nos últimos meses foi realizado trabalho de redução de consumo de diesel nos tratores e plantadoras. Durante um período a equipe acompanhou as máquinas em condições adversas de operações, identificando a condição ideal para operar.

Com esse trabalho, o CIA quebrou o paradigma de que rotação baixa é sinal de menor consumo de combustível.

Leia também: Ainda dá tempo de inscrever seu case no MasterCana 2018

Conheça a seguir um resumo do trabalho da Delta Sucroenergia que consegue reduzir consumo de diesel em 23%: 

1 –

Houve um crescimento no entendimento do conceito operacional da ‘reserva de torque’. Embora seja um conceito simples, poucas são as empresas que conseguem aplicá-lo com conhecimento de causa, não sendo raro o uso de conceitos equivocados a esse respeito.

2 –

O supervisor do CIA das unidades Delta e Conquista de Minas, Jailton Lima, iniciou os estudos com a tese da não utilização da ‘reserva de torque’ (potência extra), o qual foi identificado que com a RPM 1800 os equipamentos, na maioria do tempo, utilizavam a reserva de torque do trator, caindo os 15% da rotação nominal da operação. Segundo Jailton, “os motores de máquinas agrícolas, especialmente tratores, precisam ter capacidade de passar por situações de carga variável, como um aclive ou áreas com solo mais compactado, perdendo o mínimo de rotação e recuperando-se instantaneamente no momento em que a condição se normaliza. Esse tipo de comportamento tão desejável em tratores é evidente em motores com alta reserva de torque, como o caso dos tratores que compõem nossa frota.”

3 –

Nesses casos, a rotação cai em função da carga aumentada, mas o torque aumenta rápido e significativamente a ponto de permitir com que a condição difícil seja vencida sem a necessidade de troca de marca e sem perdas no desempenho da máquina.

4 –

Com isso, e através do sistema de monitoramento SGPA, observou-se que os tratores necessitam aumentar a rotação de trabalho em 10% para que não houvesse essa baixa nominal da RPM, com isso impedindo que os tratores entrassem na ‘reserva de torque’.

5 –

No primeiro estudo foi possível comprovar a redução de consumo de diesel nas máquinas de 23%, que poderá representar uma economia de 48.729 litros para o período de plantio nas unidades do Grupo Delta.

 

Fonte: Delta Sucroenergia

 

O material referente ao trabalho de redução de diesel foi disponibilizado na publicação Folha da Cana, produzida pela Delta. Clique aqui para ler a edição. 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X