fbpx

Tetra Pak adota biodiesel em frota de caminhões

Cerca de 10% dos caminhões utilizados pelas fábricas da Tetra Pak em Monte Mor (SP) e Ponta Grossa (PR) passam a utilizar biodiesel como combustível a partir do mês de março. A iniciativa pioneira faz parte do Programa Mudanças Climáticas, um projeto mundial da companhia que tem o Brasil como país piloto, e que visa a redução da emissão de gases causadores do efeito estufa no transporte das embalagens da Tetra Pak. O Programa Brasileiro de Biodiesel, coordenado pelo Governo Federal, autoriza desde dezembro de 2004 a mistura de 2% de biodiesel no diesel brasileiro. Menos poluente, o biodiesel é obtido pela mistura de metanol ou etanol (álcool de cana) com óleos vegetais, gordura animal ou óleo residual de fritura: a reação resulta no chamado éster anidro, o biodiesel. “A grande vantagem é a substituição de uma fonte não renovável por uma renovável, com redução de 2% na emissão na atmosfera de enxofre, dióxido e monóxido de carbono, os causadores do efeito estufa”, explica o diretor de Meio Ambiente da Tetra Pak, Fernando von Zuben. “O Brasil é um dos poucos lugares onde se pode produzir o biodiesel de forma economicamente viável, pela disponibilidade de matéria-prima e extensão territorial do país”, completa von Zuben. O biodiesel que será testado na frota de caminhões utilizados pelas duas fábricas da Tetra Pak é produzido pela empresa Soy Minas, a partir de sementes de girassol. O combustível utilizado pela empresa possui 20% de biodiesel e 80% de diesel. A Tetra Pak vai analisar todo o processo de substituição do combustível destes caminhões, acompanhando os ganhos econômicos e ambientais da iniciativa, além de fatores relacionados ao funcionamento dos veículos, como vida útil do motor, potência e consumo. Os estudos incluem a análise de todo o ciclo de vida do novo combustível, com a quantificação do impacto ambiental do produto desde a produção agrícola até sua aplicação final e a emissão de poluentes. Se os resultados forem positivos, a iniciativa pode ser adotada em caráter definitivo pela Tetra Pak. Com esta iniciativa, a Tetra Pak deve entrar no foco de atenção principalmente dos países europeus, que assinaram o Protocolo de Kyoto e demonstram interesse na redução da emissão de poluentes na atmosfera. “No Brasil, essa preocupação já existe na prática desde 1997, quando iniciamos na Tetra Pak o controle da emissão gasosa pelos caminhões por meio de vários mecanismos”, afirma Fernando von Zuben. “Hoje, 100% da frota prestadora de serviços é certificada pela Tetra Pak, assegurando que os veículos possuam o menor grau de poluição possível”, informa. Gestão Ambiental A Tetra Pak foi a primeira empresa brasileira de embalagens a ser certificada na ISO14001 e possui um Sistema de Gestão Ambiental para organizar as ações que conduz com o objetivo de analisar e controlar os impactos ambientais de seus processos produtivos e implementar programas de melhorias voltados para a área ambiental. O sistema de Gestão Ambiental da Tetra Pak é baseado na norma ISO14001:1996 e representa o comprometimento com melhoria contínua, o desenvolvimento sustentável e o atendimento à legislação, obtendo uma série de benefícios econômicos e ambientais. O sistema funciona na fábrica de Monte Mor desde 1997 e na fábrica de Ponta Grossa, inaugurada em 1999, desde 2001. A partir da implantação do conceito de gestão ambiental, diversos projetos ambientais têm se intensificado, como a construção da planta de resíduos sólidos, a estação de tratamento de efluentes, substituição de produtos químicos e projetos de educação ambiental em escolas e apoios a prefeituras. Atualmente, 99% dos resíduos gerados na empresa seguem para reciclagem. A empresa também registra reduções no consumo energia, água e eliminação do uso de tintas à base solventes orgânicos. Os resíduos de tintas utilizadas na produção são reciclados e diminuem ano a ano, alcançando uma redução de 41% entre 2000 e 2004. Sobre a Tetra Pak A Tetra Pak é uma organização presente em mais de 165 países, que produz sistemas integrados para processamento, envase, distribuição e embalagens cartonadas 100% recicláveis para alimentos como leite e derivados, sucos, água de coco, chás, derivados de tomate, cremes, molhos e outros. A empresa começou a operar em 1957 no Brasil, onde gera mais de 1000 empregos diretos e mantém duas fábricas, nas cidades de Monte Mor (SP) e Ponta Grossa (PR). Em todo o mundo, são 53 fábricas de embalagens e 16 fábricas de máquinas para envase. Em 2004, mais de 60 bilhões de litros de produtos foram envasados em embalagens da Tetra Pak no mundo e cerca de 110 bilhões de embalagens foram entregues. Acesse: www.tetrapak.com.br

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X