fbpx

Tereos mantém produtividade investindo em inovações

Companhia conseguiu se destacar em várias frentes na safra 20/21

José Olavo Vendramini, gerente executivo de tecnologia agrícola da empresa recebeu o troféu de Ano – Manejo e Tratos Culturais – Tecnologia & Inovação

A Tereos conquistou registros históricos nesta safra, com moagem de 20,9 milhões de toneladas de cana e rendimento de 12,2 toneladas de açúcar por hectare (ATR/ha), recordes conquistados apesar do ambiente climático adverso, com seca prolongada.

A empresa conseguiu aumentar a produtividade dos seus canaviais graças aos investimentos em tecnologias de produção agrícola, melhoria do censo varietal, manejos diferenciados e evolução da transformação digital na companhia, o que possibilitou melhorar as operações no campo. Fato que a identificou como a Usina do Ano – Manejo e Tratos Culturais – Tecnologia & Inovação, no MasterCana Brasil 2020.

A companhia também foi reconhecida como a Usina do Ano – Programas de Qualidade e Produtividade – Performance e como Usina do Ano, Preservação Ambiental – Tecnologia & Gestão.

No primeiro caso, devido ao Programa Kaizen, implementado no grupo, na safra 17/18, com 168 melhorias registradas. Desde então, sua expansão foi expressiva. Na safra atual, já foram implementadas 1990 melhorias, com retorno estimado de R$ 6 milhões. Contribuem para estes resultados todos os setores produtivos das 7 unidades do grupo, e os administrativos, incluindo o BSC.

LEIA MAIS > Distribuidoras que não cumpriram meta do RenovaBio serão multadas
André Tebaldi, gerente de sustentabilidade recebeu o prêmio Usina do Ano – Preservação ambiental 

Já a premiação na área ambiental foi devido ao projeto para reduzir a geração de resíduo classe II, inciativa que resultou na diminuição da geração de gases de efeito estufa. Além da redução do custo de transporte desses resíduos para o aterro sanitário, anteriormente feita a um custo de R$0,68 por tonelada.

Com o projeto, houve uma redução de transporte de 34% do total de resíduos Classe II, ou seja, 128 toneladas de março até outubro deste ano, que não se transformaram em resíduos, representando um saving de R$125.000 no ano.

LEIA MAIS > Canavial deve registrar menor produção na safra 2021/22
Raul Guaragna, diretor de operações, recebeu o prêmio de Usina do Ano – Programas de Qualidade e Produtividade e de Executivo do Ano

Além disso, o diretor de operações agroindustriais da Tereos, Raul Guaragna, um dos responsáveis pela eficiência na gestão do grupo, recebeu o Troféu de Executivo do Ano. Guaragna foi o escolhido para falar em nome dos premiados, na solenidade de premiação e, na ocasião, agradeceu os quase 8 mil funcionários da Tereos e o empenho de todos em buscar sempre fazer o melhor. Também agradeceu e elogiou a premiação, que se tornou referência para o segmento, além de destacar a resiliência do setor sucroenergético diante dos desafios da Covid-19.

Esta matéria faz parte da Edição 322 do JornalCana. Para conferir, clique AQUI.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X