fbpx

Tecnologias de ponta atendem demandas no campo

A importância que a cana-de-açúcar vem ganhando principalmente na matriz energética brasileira tem gerado necessidade de novas tecnologias em todas as variáveis do ciclo sucroalcooleiro.

Desde a pesquisa e desenvolvimento de novas plantas até a modernização de processos agrícolas e industriais, passando pela capacitação do profissional, o País tem buscado tecnologia de ponta em todos os setores para atender as suas demandas, reforçando assim sua vocação de manter-se na vanguarda tecnológica no cenário canavieiro.

Novos espaçamentos no plantio

A mecanização da colheita está exigindo que as unidades sucroenergéticas busquem novos espaçamentos no plantio de cana, com o objetivo de evitar o pisoteio da soqueira e a compactação da linha da cana. O duplo alternado – conhecido também como sulco duplo ou combinado – está ampliando o seu espaço nos canaviais.

Uma das vantagens desse sistema é o menor caminhamento da colhedora que percorre 4.000 metros por hectare no 0,90 m x 1,60 m ou 4.555 metros no 0,90 m x 1,50 m, que são as medidas mais adotadas no duplo alternado.

Apesar de pouco difundido no Brasil, o base larga – que utiliza geralmente o espaçamento 1,80 m ou 2,00 m – tem se tornado também uma boa solução, pois melhora as condições do canavial, facilitando, por exemplo, a canteirização, ou seja, o cultivo exclusivamente na linha da cana.

Leia matéria completa clicando aqui.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X