fbpx

Tecnologia da Rentank permite a armazenagem segura do açúcar

A Rentank, especializada em soluções logísticas para armazenagem, desenvolveu uma linha de macrogalpões que atende às necessidades do armazenamento do açúcar. Embora o Brasil seja líder mundial no processamento do produto com 308 unidades industriais, responsáveis pelo cultivo de 5 milhões de hectares de cana-de-açúcar, o que equivale a uma produção anual de 300 milhões de toneladas (25% do que é gerado no mundo), as condições de cultivo, colheita e armazenagem da cana, e consequentemente do açúcar brasileiro, ainda eram bem precárias, dispondo de armazéns antigos e em más condições, conforme apontado num estudo da Rentank.

Através deste estudo, identificaram-se os problemas mais graves referentes ao armazenamento e a Rentank pôde adaptar todos os galpões às normas de segurança solicitadas pela Coopersucar. “Diferente de outras commodities, o açúcar requer cuidados especiais, como o controle da entrada de pragas e a temperatura interna, que pode causar o amarelamento do produto”, explicou o gerente da divisão Macrogalpões da empresa, Silvio Hein.

Para o armazenamento a granel, os macrogalpões da Rentank possuem vãos livres de 30 à 40 metros; cobertura em lonas com proteção black-out, que evitam a passagem dos raios ultravioletas e infra-vermelhos, além de refletir o calor interno; portas com alturas especiais que facilitam a passagem de empilhadeiras maiores e caminhões do tipo sider. No caso de estocagem no formato de Bag, o macrogalpão traz o pé direito com até 8 metros de altura, que aumenta a capacidade cúbica de armazenagem por m2; e marquises para o carregamento e descarregamento em dias de chuva. As marquises podem ser frontais ou laterais, permitindo assim operações em dias chuvosos, evitando que a operação paralise ou que o produto perca qualidade; e os lanternis, responsáveis por aumentarem a ventilação dos galpões.

Uma das inovações dos macrogalpões para as usinas de açúcar é a possibilidade de criar soluções personalizadas para cada cliente. “A Rentank não pergunta para o cliente qual é o tempo de armazenamento e sim o que ele pretende estocar, de que forma e que tipo de equipamento estará utilizando na operação. Depois disto, adequamos o nosso macrogalpão às suas exigências, fornecendo assim não só o melhor armazém, mas também a melhor solução logística”, disse Silvio Hein.

Atualmente, grandes nomes do setor como as Usinas da Pedra, Jacarezinho e São Francisco já utilizam os macrogalpões da Rentank.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X