fbpx
JornalCana
Navegação na tag

Pecege

Uma elevação de 10% na taxa de câmbio implicaria num aumento de 1,54% dos custos de produção

Estudo aponta efeito da taxa de câmbio e fertilizantes nos custos de produção de cana

Estudo do projeto Campo Futuro da CNA (Confederação Nacional Agricultura e Pecuária do Brasil) em parceria com o Senar e Pecege aponta qual o impacto percentual de uma elevação de 10% na taxa de câmbio sobre os preços dos fertilizantes nas revendas brasileiras, e consequentemente nos custos de produção da cana-de-açúcar. Segundo o estudo, a taxa de câmbio da moeda brasileira em relação ao…
Leia mais...

Segundo estudo, as alterações provocariam uma redução de 7% no preço do etanol recebido pelas usinas

Pecege avalia que mudanças tributárias devem reduzir rendimentos das usinas

O impacto da aprovação das alterações tributárias, com redução do ICMS sobre a gasolina e etanol, além da desoneração dos tributos federais, pode resultar num cenário de redução dos rendimentos das usinas em até 7%. É o que apontam os estudos realizados pelo Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas (Pecege) apresentados no seminário “Expedição Custos da Cana”,…
Leia mais...

Segundo o Pecege, para a safra 2022/23 a tendência é de que os custos continuem subindo e os preços se estabilizem

Mesmo com custo elevado, alta dos preços assegura margem de lucro da safra 2021/22

Uma safra ruim em termos de produtividade, mas não tão ruim em termos de lucratividade. Esse é o resumo do balanço da safra 2021/22 apresentado pelo Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas (Pecege) no seminário “Expedição Custos da Cana”, realizado no início do mês de março. Fatores como falta de chuvas, geadas, incêndios, baixa taxa de reformas e alta do preço dos…
Leia mais...

Segundo análise do Pecege acréscimos no preço de venda, garantiram uma margem de lucro para as usinas

Queda de moagem, alta de custos e menor rentabilidade marcam safra 2021/22

Documento elaborado pelo Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas (Pecege), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq-USP), aponta que setor de açúcar e etanol registrou menor produtividade da década em 2021/22 -- mas menor oferta ajudou a manter preços elevados Segundo o relatório, esta foi a menor moagem da década, registrando também uma produtividade…
Leia mais...

Com a elevação do preço do etanol, o biocombustível deve dar retorno maior que o açúcar

Segundo Pecege usinas devem lucrar mais com etanol na safra 2022/23

A elevação do preço do etanol na safra 2022/23 deverá assegurar às usinas um maior retorno na fabricação do biocombustível do que o açúcar, segundo avaliação do Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas (Pecege), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq-USP). Em suas projeções de preço, a expectativa é que o litro do etanol anidro alcance R$ 3,99 em São…
Leia mais...

Produção de etanol na 2020/21 deve cair em até 24%, estima Pecege

A produção de etanol na safra 2020/21 deverá cair em até 24% ante a temporada 2019/20. A estimativa é do relatório Impactos do Coronavírus no Setor Sucroenergético Brasileiro, assinado pelo economista Haroldo José Torres da Silva. Ele é gestor de projetos do Pecege. Segundo o estudo, divulgado em 22 de março, se a produção cair mesmo em 24% as unidades irão produzir 25 bilhões de…
Leia mais...

Tonelada de cana teve custo médio de R$129,28 na safra 2016/17, avalia Pecege

O custo para a produção de cana-de-açúcar com alta produtividade, ou seja, com maior número de toneladas por hectare, possui estimativa média de R$ 129,28 na safra 2016/17, encerrada neste mês. O valor representa aumento de 0,95% em relação ao ciclo passado, segundo o Pecege. Os custos no campo continuam liderando a demanda de capital para a produção, representando R$ 89,35 por tonelada, a…
Leia mais...
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram