fbpx
JornalCana
Navegação na tag

Mercado de capitais

Iniciativa fortalece estratégia de produção de CO2 “verde” no Nordeste

Grupo JB conclui a sua primeira emissão CRA no valor de R$ 130 milhões

O Grupo JB, que atua há mais de 50 anos, na área bioenergética, reportou nesta segunda-feira, 22, sua primeira emissão de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) no valor de R$ 130 milhões. Segundo a companhia, os recursos serão destinados à renovação de canavial e ao aumento da capacidade de atender ao mercado da Carbo Gás, a empresa do Grupo JB que produz e comercializa o CO2 puro…
Leia mais...

Operação vai reforçar o fluxo de caixa da empresa

Usina DACALDA realiza sua primeira emissão de CRA

A Usina DACALDA, localizada em Jacarezinho – PR, realizou a sua primeira emissão de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA). A operação coordenada e estruturada pelo Banco BOCOM BBM, feita em menos de 30 dias, permitiu que a companhia captasse R$ 40 milhões em sua estreia no mercado de capitais. De acordo com José Luiz Mosca Jr, CEO da DACALDA, a captação deste recurso é um importante…
Leia mais...

Confira todo o conteúdo do JornalCana de abril

Carta ao leitor: Bolsa de Valores na mira das usinas

A abertura de capital vem sendo uma das apostas de empresas sucroenergéticas para investir na aquisição de ativos e em atividades operacionais sem recorrer a bancos. Essa tendência já atraiu companhias como a Jalles Machado, Biosev, São Martinho e outras que estão no caminho, entre elas, a Raízen que pode lançar o maior IPO da B3 em breve. Nesta edição de abril trazemos informações sobre as…
Leia mais...

Alexandre Figliolino responde

Qual o impacto do mercado de capitais para as usinas?

Alexandre Figliolino, sócio diretor da MB Agro Consultoria, é especialista em gestão financeira de empresas também do setor sucroenergético.  Em entrevista ao JornalCana, ele comenta sobre a importância do mercado de capitais, os créditos de descarbonização e se os bancos seguirão financiadores e parceiros das usinas. JornalCana - Em sua avaliação, qual o impacto do mercado de capitais para as…
Leia mais...

Dinheiro mais barato em relação aos bancos é um dos atrativos que leva mais empresas a abrir capital e emitir CRAs e debêntures

Por que captar recursos no mercado de capitais é estratégico para as usinas

Operar como empresa listada na Bolsa, emitir debêntures e certificados de recebíveis (CRAs) são ferramentas de captação financeira que vieram para ficar na gestão das empresas sucroenergéticas. Na verdade, essas ferramentas são estratégicas em um mercado de açúcar, etanol e bioeletricidade que se mantém desafiador, embora as ofertas institucionais de financiamentos públicos seguem para poucos.…
Leia mais...
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram