fbpx
JornalCana
Navegação na tag

El niño

Intensidade do fenômeno deve mudar de moderada para fraca nos próximos meses, com possibilidade de formação do La Niña no segundo semestre

Inmet divulga dados que mostram o enfraquecimento do El Niño

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou o boletim nº 5, que apresenta dados sobre monitoramento, previsões e os possíveis impactos do El Niño no Brasil em 2024. O documento é produzido em parceria com a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastre (Cenad). O relatório indica que apesar do El Niño estar classificado…
Leia mais...

A atividade El Niño nas regiões Norte e Nordeste tem trazido redução de chuvas e seca severa, eventos que são um alerta para a proteção da lavoura

El niño – Estresse hídrico afeta potencial produtivo da cana e eleva custos de produção

A safra 2023/24 da cana-de-açúcar segue em andamento e tem data para acabar. Segundo projeções, as unidades devem encerrar suas atividades em dezembro no Centro-sul e, em meados de março de 2024 no eixo Norte-Nordeste. Na região Nordeste, os produtores já se preparam para os plantios de verão que ocorrem justamente nas épocas mais secas do ano. Enquanto isso, a atividade do El Niño nas regiões…
Leia mais...

Previsão do Inpe é de clima quente e com menos chuva nas regiões Norte e Nordeste do país. Chove acima do normal no extremo sul

Sob influência do El Niño, verão deve ter temperaturas acima da média

O verão começa nesta sexta-feira (22), às 00h27, com previsão de temperaturas acima da média na maior parte do país. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), sob influência do fenômeno El Niño, o verão será mais quente e mais seco. “Estamos prevendo que o verão vai ser mais quente que o normal em todo o país. Só no extremo sul as temperaturas podem ficar dentro do normal,…
Leia mais...

Ciclone no Oceano Atlântico foi responsável pela ocorrência de enormes ondas e pela ressaca no litoral

Onda de tempestades que atingiu Sudeste pode se repetir em novembro e dezembro

As tempestades intensas que atingiram diversas regiões no fim de semana, especialmente no Estado de São Paulo, e provocaram mortes e grandes danos, podem se repetir ao longo dos meses de novembro e dezembro, segundo dados da ignitia Inteligência Climática. A empresa de previsões de alta precisão aponta que pelos próximos 10 dias a tendência é que não tenhamos chuvas, exceto no litoral do…
Leia mais...

Volumes podem superar os 200 mm, ficando assim acima da média

Novembro terá chuvas acima no Sul, Sudeste e Centro-Oeste

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê que, em novembro, a chuva será abaixo da média em áreas das regiões Norte e Nordeste e acima da média nas demais regiões do país. No Norte, os estados de Roraima, Amapá, centro norte do Amazonas e do Pará, Tocantins e também em grande parte da região Nordeste, os volumes serão inferiores a 80 milímetros (mm). Já no sul da Região Norte, a chuva…
Leia mais...

Sudoeste da Amazônia voltará a receber chuvas a partir de novembro, mas a recuperação será lenta

Efeito do El Niño manterá chuvas acima da média no Sul e abaixo da média no Norte até janeiro

Por influência do El Niño, as chuvas ficarão acima da média no Sul e, combinado com a anomalia de temperatura do Atlântico Tropical, os volumes de precipitação ficarão abaixo da média na região Norte do Brasil nos próximos meses. De acordo com o coordenador-geral de Ciências da Terra do Inpe, Gilvan Sampaio, o sudoeste da Amazônia voltará a receber chuvas a partir de novembro, mas a…
Leia mais...

A pedidos do JornalCana, especialista em etanol da Argus apresenta projeções sobre o fenômeno climático no setor sucroenergético

Como o El Niño impacta a safra em andamento e deve afetar a 2024/25

As previsões de moagem de cana-de-açúcar na região Centro-Sul estão animadoras. Em levantamento divulgado na última semana de setembro, a DATAGRO estima em 624,5 milhões de toneladas o total de matéria-prima a ser processada no ciclo 2023/24. Se confirmado, esse volume representará recorde ao superar as 623,10 milhões de toneladas processadas no Centro-Sul no ciclo 2015/16. As boas…
Leia mais...

Foi solicitado a abertura de crédito suplementar ao OGU no total de R$ 500 milhões para a concessão de subvenção econômica ao Prêmio do Seguro Rural

Mapa busca crédito suplementar para o Seguro Rural

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, por meio de Nota Técnica, solicitou a abertura de crédito suplementar ao Orçamento Geral da União (OGU) no total de R$ 500 milhões para a concessão de subvenção econômica ao Prêmio do Seguro Rural. “Sabemos da importância de ampliar os recursos para o Seguro Rural. Desde maio estamos pleiteando a ampliação desses recursos”, ponderou o…
Leia mais...

Esse potencial de mercado equivale a 9 vezes mais a produção mundial de 2022

Produção de etanol no mundo em 2050 deve ser de 810 milhões de toneladas

Com a utilização do etanol na extração de hidrogênio, como combustível de aviação (SAF), na navegação marítima (Bunker) e, ainda, na produção de etileno, projeta-se, para o ano de 2050, um potencial para o mercado de etanol de 810 milhões de toneladas, o equivalente a 9 vezes mais da produção mundial registrada em 2022. A avaliação é do presidente da DATAGRO Consultoria, Plínio Nastari,…
Leia mais...

A retomada das negociações sobre possíveis alterações na legislação sobre Proteção de Cultivares foi um dos assuntos abordados na ocasião

Câmara setorial de açúcar e álcool do Ministério da Agricultura discute prioridades do setor…

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, na última semana, de uma reunião importante na Câmara Setorial de Açúcar e Álcool do Ministério da Agricultura, quando foram discutidos vários temas, com destaque para o Projeto de Lei nº 4.516/23, conhecido como o "PL do Combustível do Futuro". Este projeto propõe melhorias nas políticas públicas relacionadas aos…
Leia mais...

Com a mudança climática, país assumirá o peso da alta demanda

Seca na Índia pressiona mercado e aumenta a demanda de exportação de açúcar no Brasil

A onda de temperaturas altas e a seca proveniente do fenômeno climático que assola a Índia desde março obrigou o governo indiano a suspender sua exportação agrícola a partir de outubro. Fontes do país afirmam que o governo proibiu as usinas de cana, pela primeira vez em sete anos, de exportar açúcar desde meados de agosto, a fim de suprir o mercado interno e combater as altas inflações,…
Leia mais...

A expectativa da consultoria Safras & Mercado é de uma moagem de 580 milhões de toneladas no Centro-Sul na safra 2023/24

Chuvas devem prejudicar moagem e cotação de açúcar deve chegar US$ 0,30

Nem tanto pelo El Niño, com atuação considerada moderada, mas pela antecipação das chuvas em outubro e novembro, que devem prejudicar a moagem de cana, o analista de mercado Maurício Muruci, avalia que os preços de açúcar devem chegar a US$ 0,30 por libra-peso em novembro, na bolsa de Nova York. Ele estima uma moagem de 580 milhões de toneladas na região Centro-Sul na safra 2023/24. As…
Leia mais...

 Primavera começa neste sábado com previsão de chuva acima da média na região Sul. Fenômeno deve influenciar o clima no Brasil até o início de ano que vem

Sob influência do El Niño, onda de calor deve continuar na primavera, alerta Inpe

A onda de calor que atingiu a maior parte do Brasil nos últimos dias do inverno vai continuar na primavera. A estação das flores tem início neste sábado (23) sob influência do fenômeno El Niño e, portanto, com previsão de temperaturas acima da média em grande parte do país e chuvas intensas na região Sul, principalmente em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Por outro lado, deve…
Leia mais...

Modelos da hEDGEpoint mostram que é possível atingir uma produtividade acumulada da cana de 82,4t/ha até o final de 2023/24    

Safra do Centro-Sul deve ser maior do que o previsto

O canavial brasileiro não para de surpreender positivamente. A produtividade acumulada atingiu 93,6 t/ha após um ótimo resultado em julho de 98 t/ha. O relatório da UNICA também mostrou um forte resultado na última quinzena – mesmo com algumas chuvas esparsas. Cerca de 46,5Mt foram moídas e 3,46Mt de açúcar foram produzidas, no entanto, o mercado reagiu devido ao vencimento das opções e novas…
Leia mais...

Chuvas de novembro a fevereiro e temperatura acima da média devem beneficiar os canaviais

El Niño deve permanecer atuando até maio de 2024

Durante participação na segunda edição do Congresso Técnico Global Cana, realizada em Ribeirão Preto - SP, nesta quinta-feira (14), o pesquisador da Esalq, Fábio Marin, avalia que as manifestações climáticas proporcionadas pelo fenômeno El Niño devem permanecer até maio de 2024. Em palestra com o tema Influência do clima na produção de cana-de-açúcar, Marin disse que a provável permanência do El…
Leia mais...

Produtores enfrentam decisões sobre o que e quanto plantar, com margens mais apertadas para o milho de inverno e soja em comparação com os anos anteriores

EDGEpoint Global Markets projeta safra de milho em 133M ton

Os produtores brasileiros estão decidindo o que é, mais importante, quanto plantar em 2023/24. O “o que” costuma ser uma pergunta mais fácil de responder, pois na maior parte do Brasil é possível plantar milho como segunda safra, e a soja é preferida para o verão. “Quanto” é a verdadeira questão, ressalta o analista o analista de Grãos e Oleaginosas da hEDGEpoint Global Markets, Pedro…
Leia mais...

Isso devido aos dados os ajustes de mix e cana realizados para a região na projeção de julho/23

StoneX elevou de 38,0 para 39,9 MMT a produção de açúcar no Centro-Sul

No primeiro semestre de 2023, o contrato contínuo do açúcar bruto negociado em Nova Iorque (#11) teve valorização acumulada de 14,2% no período. Em alguns momentos, as cotações chegaram a explorar o patamar acima de US¢ 26,00/lb, os maiores em 11 anos, em um cenário altista consistente, segundo a StoneX A quebra na safra da Índia, que se ausentou das exportações no primeiro trimestre do…
Leia mais...

Boletim climático da entidade, indica até a desaceleração atual do El Niño, mesmo com sua tendência ainda de evolução

AFCP prevê volta das chuvas regulares nos canaviais no fim do mês e início de agosto

O novo boletim climático da Associação dos Fornecedores de Cana do Estado de Pernambuco (AFCP), do meteorologista Alexandre Magno, continua apontando a baixa influência do El Niño para redução pluviométrica na Zona Canavieira de PE. Indica até a desaceleração atual do El Niño, mesmo com sua tendência ainda de evolução, com o pico previsto para outubro - período em que as usinas já estarão…
Leia mais...
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram