fbpx
JornalCana
Navegação na tag

bioeletricidade

Capacidade instalada da cogeração em operação comercial no Brasil representa 10,8% da matriz elétrica (182,97 GW)

Cogeração no Brasil chega a 19,78 GW

A cogeração em operação comercial no Brasil já acumula um incremento de 205 MW no ano de 2022. Considerando a evolução de janeiro a abril deste ano foram adicionados 50MW em usinas já existentes e 155 MW em novas usinas. As informações são compiladas pela Associação da Indústria de Cogeração de Energia (Cogen), com base em informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Nos…
Leia mais...

No Estado existem 17 unidades sucroenergéticas em operação que fazem a cogeração de bioeletricidade

Geração de energia elétrica a partir da biomassa da cana aumenta 365% em MS

A bioeletricidade, energia elétrica gerada a partir da biomassa de cana-de-açúcar aumentou 365% nos últimos sete anos em Mato Grosso do Sul. Na avaliação da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) o resultado contribui para o MS Renovável (Programa Estadual de Incentivo ao Desenvolvimento das Fontes Renováveis de Produção de Energia…
Leia mais...

Na última década, a produção acumulada de bioeletricidade para a rede seria suficiente para suprir o consumo de energia elétrica do mundo por mais de 3 dias

Cana gerou 79% da bioeletricidade ofertada à rede

Em 2021, a geração de bioeletricidade para a rede (incluindo os resíduos sucroenergéticos, biogás, lenha, lixívia, resíduos de madeira, capim elefante, casca de arroz) no país foi de 25,4 mil GWh, conforme levantamento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), a partir de dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), representando 4% da geração total produzida no país, sem…
Leia mais...

Bioeletricidade é a 4ª fonte mais importante na matriz energética

Biomassa da cana atinge 12 mil MW de potência instalada

Em janeiro de 2022, a biomassa da cana-de-açúcar atingiu 12.021 MW em potência instalada, por meio de 413 usinas termelétricas (UTEs) em operação utilizando bagaço e palha como combustível principal. Além disso, há duas UTEs a biogás no setor sucroenergético, representando mais 32 MW em operação, resultando em um total de 12.053 MW instalados segundo levantamento da União da Indústria de…
Leia mais...

Qual será o papel do setor sucroenergético na transição energética?

Bioeletrificação: protagonista ou coadjuvante?

Aquecimento global, mudanças climáticas e poluição atmosférica. No jogo da economia sustentável as cartas já estão sendo colocadas na mesa. A descarbonização da matriz energética do transporte vem surgindo como prioridade. A indústria automobilística se movimenta e direciona cada vez mais investimentos no desenvolvimento de carros híbridos, elétricos em detrimento dos motores a combustão.…
Leia mais...

Práticas de gestão energética de equipamentos podem aumentar a produtividade, mesmo sem grandes investimentos

Eficiência energética maximiza produção de açúcar e etanol

Quem gera energia também precisa economizar energia. Economizar aumentando eficiência, competitividade aliada à rentabilidade é o desafio a ser cumprido.  Algumas usinas já estão trilhando esse caminho, somando eficiência energética com máxima produção e exportação de energia. Apresentar algumas dessas práticas de gestão foi o objetivo da 9ª SINATUB Caldeira, Vapor e Energia - Eficiência…
Leia mais...

Confira o editorial do JornalCana Edição de Outubro de 2019

[Carta ao Leitor] Por que insistem em desvalorizar a eletricidade da cana?

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou suas projeções econômicas e estima crescimento de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. Anteriormente, a previsão era de alta e 2,1%. A estimativa atesta a confiança no crescimento econômico do Brasil depois de vivenciar crise acentuada a partir de 2015. Para embasar a estimativa, o Ipea leva em conta que a retomada hoje…
Leia mais...
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram