fbpx

Südzucker paralisa planta de bioetanol da controlada CropEnergies

A alemã Südzucker, uma das principais produtoras de açúcar da Europa, informou hoje que sua controlada CropEnergies, do segmento de produção de bioetanol, paralisou temporariamente a produção de sua subsidiária inglesa Ensus, localizada em Wilton. A planta produz bioetanol a partir de trigo e também o DDGS (Distillers’ Dried Grains with Solubles), um subproduto da fabricação do biocombustível com alto valor protéico usado para alimentação animal.

Gross_Gerau_Suedzucker_02

Em comunicado, a companhia informa que a decisão foi tomada diante da dificuldade atual do mercado de bioetanol da Europa com a queda dramática dos preços do petróleo nos últimos meses.

Os preços do bioetanol atingiram os menores níveis em todos os tempos no dia 15 de janeiro recuando a 417 euros por metro cúbico posto em Rotterdam (Holanda), afirmou a companhia em nota. A desvalorização do euro comparado à libra também foi um peso adicional para a perda de competitividade.

A unidade inglesa foi colocada fora de serviço há alguns dias para limpeza e inspeção. As outras plantas da CropEnergies na Alemanha, Bélgica e França estão operando na capacidade máxima apesar das condições difíceis do mercado, conforme informações da Südzucker.

Em breve, quando as condições do mercado permitirem, a produção da planta inglesa pode ser retomada e o potencial de produção total do grupo CropEnergies, de 1,2 bilhão de litros anuais, poderá ser explorado.

Conforme a Südzucker, a possibilidade de recomissionamento da unidade será continuamente revisada na medida que novas decisões políticas sobre biocombustíveis forem tomadas na Europa.

A CropEnergies espera que a parada temporária da unidade resulte em uma reestruturação de custos de até 40 milhões de euros no resultado financeiro de 2014/15, impactando também o desempenho consolidado da Südzucker.

(Fonte: Valor Econômico)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X