fbpx
JornalCana

Sucroalcooleira Guarani eleva o preço médio do açúcar de 2014/15 em 6%

A Guarani, empresa sucroalcooleira controlada pela Tereos Internacional, registrou até 31 de dezembro uma precificação média para o açúcar da safra 2014/15 6% maior do que a de 2013/14.

De acordo com informações da companhia, o hedge cambial foi decisivo nesse preço médio mais elevado do próximo ciclo. Até o fim de dezembro, a empresa havia precificado 28% de sua exportação prevista de 2014/15 em 1,1 milhão de toneladas a 43,85 centavos de real por libra-peso, resultado de um preço em dólar de 17,90 centavos por libra-peso e um hedge cambial médio de R$ 2,45.

Para o ciclo 2013/14, a companhia fixou 90% do volume exportado de 800 mil toneladas de açúcar a 41,20 centavos de real por libra-peso — preço em dólar a 18,99 centavos e hedge cambial médio de R$ 2,17.

A perspectiva para as cotações internacionais do açúcar está mais favorável, uma vez que há neste momento uma preocupação quanto à estiagem no Brasil e em outros produtores, segundo o diretor da divisão de cana-de-açúcar do grupo Tereos, Jacyr Costa Filho.

“Mas ainda não sabemos como será o nosso mix de produção, entre açúcar e etanol. Isso vai depender de como e quando o mercado vai reagir”, afirma Costa Filho.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram