fbpx

Sistematização transforma área de baixa produção em referência de produtividade

Conjunto de técnicas possibilita colheitas de resultados surpreendentes

Cooperativa oferece diversos serviços aos produtores

A mecanização nas lavouras de cana-de-açúcar trouxe grandes progressos para o setor, principalmente nas questões socioambientais, e agregou novas ferramentas para o manejo da cultura. No entanto, o avanço das máquinas em campo também apresentou desafios, como compactação do solo, pisoteios e falhas, que diminuem a longevidade no canavial.

Para sanar esses problemas, uma dessas soluções é a sistematização, um conjunto de técnicas que traz melhorias significativas no sistema de produção, reduzindo custos e contribuindo com o aumento da produtividade. A Cooperativa de Produtores Rurais (Coopercitrus), de Bebedouro (SP), especializou-se nessas novas tecnologias e, por meio do serviço GeoCoopercitrus Vant oferece todo suporte para a sistematização de áreas.

Carlos Eduardo da Palma, engenheiro agrônomo e produtor de cana-de-açúcar há 21 anos, investiu na sistematização em uma área e se surpreendeu com o resultado. Com a mecanização na colheita, o cenário mudou e o modo de produção também, demandando novas estratégias para facilitar a operação das máquinas. Foi nesse momento que ele procurou a Coopercitrus em busca de uma solução.

LEIA MAIS > Gestores explicam como reduzir custos do plantio e replantio da cana  

“As colheitadeiras de cana reduziram o sufoco, mas os problemas no tráfego se tornaram frequentes. A gente já vislumbrava a necessidade de entrar com agricultura de precisão, mas não só o básico. Queríamos um projeto que englobasse tudo, a sulcação, as operações de colheita e de transbordo, para não ter mais pisoteio”, afirma.

Em 2015, quando o produtor adquiriu uma nova propriedade, decidiu investir na sistematização em uma área de reforma. Na época, o coordenador de Serviços de Imagem da Coopercitrus, Paulo Compachiari, acompanhou a operação, e lembra que a área estava com uma das piores produtividades entre as fornecedoras da usina. “O Carlos Eduardo nos procurou relatando a situação da área. Entendemos as necessidades e definimos os parâmetros para o projeto de sistematização, para embasar as novas decisões a respeito dessa lavoura”, explica.

O projeto começou com o GeoCoopercitrus Vant. Com ele, um Vant de alta tecnologia sobrevoou a área, captando imagens aéreas georreferenciadas. As imagens geradas foram processadas, dando origem a mapas de alto nível de detalhamento, com levantamentos planialtimétricos, classe e declividade, permitindo, inclusive, fazer a simulação do fluxo de enxurrada.

LEIA MAIS >Quanta cana de fornecedores as usinas estão usando atualmente

Com esses dados e entendendo todas as características do terreno, a equipe da Coopercitrus fez um projeto para definir o melhorar o sentido de plantio, para evitar a erosão e melhorar o aproveitamento da área. Também foram definidos os trajetos das máquinas, para reduzir a quantidade de manobras e evitar o pisoteio. Nas propriedades do agricultor, o GeoCoopercitrus Vant ainda foi usado no mapeamento de falhas do canavial.

Carlos Eduardo da Palma investiu na sistematização e se surpreendeu com os resultados

O resultado superou as expectativas do produtor, que hoje colhe acima de 100 toneladas de cana por hectare. “É claro que São Pedro ajuda bastante, mas a gente conseguiu produtividade esse ano que nunca tivemos em toda a história. A gente teve a produtividade em cana de terceiro corte próxima ao que a gente teve em cana de primeiro corte. Isso já é um indicativo que nos deixa muito satisfeitos. Além disso, seja em área de 1º ou 5º corte, só tivemos produtividade acima de 100 TCH”, enumera.

Dentre os ganhos, o produtor aponta a redução de mão de obra e de máquinas em campo. Se antes ele usava 4 colheitadeiras, agora ele realiza a operação com apenas 3 máquinas.

O coordenador de serviços de imagem da Coopercitrus complementa: “A propriedade do cooperado saiu do título de pior para a melhor área da usina. O Carlos Eduardo conheceu nossos serviços em um Simpósio de Tecnologia em 2015 e, em 2019, ele que foi apresentar um case de sucesso no evento, encorajando outros produtores a tecnificarem a sua produção”, comemora Compachiari.

LEIA MAIS > Setor terá agenda estratégica de inovação coordenada pela Embrapa

“A Coopercitrus se diferencia, porque além de fornecer a tecnologia, ela dá o suporte e a orientação para toda a equipe entender e colher os resultados das soluções. Para mim, não existe alguém que ofereça a estrutura e os resultados como a cooperativa”, reconhece o cooperado.

Os serviços oferecidos pela cooperativa podem ser solicitados pelo aplicativo Campo Digital disponível para cooperados da Coopercitrus por celulares com os sistemas Android e IOS.

Webinar abordará boas práticas obtidas em parceria entre entidades, usinas e fornecedores

A próxima Quarta Estratégica JornalCana que acontece neta semana, dia 23/09, às 19h, reunirá representantes de usinas e fornecedores de cana para apresentar e debater boas práticas da parceria em prol da competitividade e sustentabilidade do setor bioenergético. O evento online conta com a participação de:

  • Alexandre Lima – Presidente da Feplana
  • Christina Pacheco – Presidente do Consecana
  • Luiz Scartenizini – Diretor Agroindustrial da Zilor
  • Marcos Jorgi – Diretor Agrícola da Coruripe
  • Ricardo Berni – Diretor de Negócios Agrícolas da Raízen

Josias Messias, diretor da ProCana Brasil será o apresentador do painel.

Para garantir sua participação é só se inscrever no link: www.jornalcana.com.br/webinar

Patrocínio:

HB Saúde – Humanização e Tecnologia em Saúde

Pró-Usinas – Empresa do Grupo ProCana focada em tecnologia e inovação de resultados para as usinas

S-PAA Soteica – Software de RTO que maximiza a cogeração e a eficiência industrial, instalado em mais de 40 usinas e gerando ganhos superiores a R$ 1/TC. Veja mais em www.usina40.com.br.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

3 × um =

X